Institutos ampliarão oferta de educação profissional e tecnológica

O Ministério da Educação está reorganizando o modelo da rede federal de educação profissional e tecnológica com a criação dos institutos federais de educação, ciência e tecnologia. Serão instituições de educação superior, básica e profissional, pluricurriculares e multicampi, especializadas na oferta de educação profissional e tecnológica, além de forte inserção na área de pesquisa e extensão.
As novas unidades serão constituídas a partir da integração dos centros federais de educação tecnológica (Cefets) e das escolas técnicas e agrotécnicas federais. As instituições de educação profissional estão se inscrevendo voluntariamente para fazer parte do novo modelo.
Metade das vagas oferecidas nos institutos será destinada à oferta de cursos técnicos de nível médio, em especial de currículo integrado. Na educação superior, haverá destaque para cursos de licenciatura em ciências da natureza, como física, química, matemática e biologia. Também serão incentivadas as licenciaturas de conteúdos específicos da educação profissional e tecnológica, como a formação de professores de mecânica, eletricidade e informática. Os institutos integram o Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE).

Nenhum comentário: