Remo volta a ganhar força em Campos dos Goytacazes


A equipe da Associação de Remo de Campos no Festival de Remo ontem em Campos


Depois de mais de duas décadas esquecido e quase sendo sepultado, por falta de apoio, o remo em Campos volta a ganhar força, graças, principalmente, aos abnegados dos tradicionais
Clubes Saldanha da Gama, Campista e Rio Branco e à persistência da Associação de Remo, criada há cerca de quatro anos. Além da marca forte que recupera no cenário estadual, o esporte passa também a desenvolver importante trabalho social no município.

Na manhã de ontem, equipes de remo e canoagem mostraram a força de suas remadas no rio Paraíba do Sul em eventos em comemoração a Festa do Santíssimo Salvador.
Depois do 9º Transparaíba Desafio de Canoagem, que reuniu cerca de 40 remadores dos municípios de Santo Antônio de Pádua, Aperibé, São João da Barra e Campos, aconteceu o 4º Festival de Remo que também levou dezenas de atletas para as águas do Paraíba.
Segundo o presidente da Fundação Municipal de Esportes, Evanildo Cordeiro, os eventos esportivos da festa do padroeiro estão não apenas integrando atletas como incentivando à prática esportiva. “A intenção é que cada vez mais pessoas se voltem para esportes diversos e para qualidade de vida.
Neste domingo, por exemplo, estamos conseguindo resgatar a prática do remo e integrando pessoas na canoagem. Estamos muito felizes”, comentou.
O presidente da Associação de Remo de Campos, Dimisson Nogueira, se mostrou satisfeito com mais uma edição do evento.
O Festival contou com o apoio da Fundação Municipal de Esportes. “O evento já foi incluído no calendário da Federação estadual e por isso, tem grande expectativa entre os atletas”, disse. Remadores de vários clubes do Rio de Janeiro como Flamengo, Vasco, Botafogo e outros estiveram presentes no festival.
Esse ano a equipe de Campos ganhou o reforço dos três atletas campistas, Alexsander Chagas, Cristian Guimaraes e Tiago Braga que integram a equipe do Vasco, e vão competir pela ARC.

Nenhum comentário: