Bota volta a vencer, bate América e segue na Copa Sul-Americana


Apesar da pressão em certo período do segundo tempo, o Botafogo reencontrou o futebol vistoso e venceu o frágil América de Calí por 3 a 1, em partida realizada nesta quarta-feira, no Engenhão. O triunfo interrompeu uma seqüência de quatro jogos sem vencer do Alvinegro e classificou o time carioca para as quartas-de-final da Copa Sul-Americana. Wellington Paulista (2) e Carlos Alberto fizeram para os mandantes. Valdés deixou para os visitantes.

Com o resultado, o time carioca agora espera o vencedor do confronto entre os argentinos Arsenal e Estudiantes, que se enfrentam nesta quinta. No primeiro jogo, o time de La Plata venceu por 2 a 1.

A necessidade por marcar pelo menos dois gols de diferença, levava o Botafogo à frente. A equipe alvinegra tinha mais posse de bola e procurava explorar os flancos.

Contudo, mesmo com o domínio inicial, o Alvinegro passou a errar muitos passes e o time do América tentava equilibrar as ações.Todavia, a equipe visitante não conseguia ameaçar a meta de Castillo.

O contrário de Berbia, que teve de buscar a bola no fundo do gol aos 24.

Porém, o árbitro Carlos Chandía anulou o lance alegando impedimento de Carlos Alberto.Aos 32, porém, não teve jeito. Depois de grande jogada de Diguinho, Wellington Paulista assinalava o seu primeiro gol na competição. Apesar da desvantagem no marcador, o time visitante seguia sem ameaçar a meta alvinegra. Perigo mesmo só aos 46, quando Cortés mandou a chance que teve pelo ar.Logo no início da segunda etapa, a torcida, que comparecia em número razoável, foi brindada com um golaço.

Após uma linha de passe pelo alto do ataque alvinegro, Carlos Alberto, de bicicleta, acertou o canto baixo de Berbia.

Daí para frente, o Botafogo passou a se impor e dominava as ações por completo. Apesar disso, o time do América tentava se aproveitar da juventude do grupo para assustar. Porém, a equipe visitante errava muitos passes e esbarrava nas próprias limitações.

Mesmo assim, o Alvinegro, como em partida anteriores, passou a tomar sufoco do adversário. Aos 31, Valdés tratou de dar um contorno mais emocionante ao confronto ao bater Castillo.

Apesar do crescimento do rival, o time de General Severiano se reagrupou defensivamente, conseguiu segurar a vantagem até o final da partida e deu números finais ao encontro.


BOTAFOGO Castillo; Alessandro, Renato Silva, Andre Luis e Triguinho (Zé Carlos); Túlio, Diguinho (Leandro Guerreiro), Lucio Flavio e Carlos Alberto; Jorge Henrique e Wellington Paulista (Fábio).Técnico: Ney Franco


AMÉRICA DE CÁLI-COLBerbia, Vélez; Valdés, Tavima e Armero; Valencia, Córdoba, Otalváro (Arango) e Parra (Moreno); Ramos e Cortés

Técnico: Diego Umaña.

Data: 01/10/2008

Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Carlos Chandía (Chile)

Assistentes: Lorenzo Acuña (Chile) e Sergio Román (Chile).

Cartões amarelos: Wellington Paulista, André Luis (Botafogo); Valdés e Moreno (América-COL)Gols: Wellington Paulista, aos 24 do primeiro tempo; Carlos Alberto, aos 6, Wellington Paulista, aos 11, Valdés, aos 31 do segundo tempo

Nenhum comentário: