Cinco Perguntas: Uma entrevista com candidato a vereador pelo PC do B, Afonso nº 65123.


PERFIL: Afonso é um jovem campista, trabalhador, solteiro e pai de Luana. Filho de funcionária pública, Afonso atualmente reside no Parque João Maria, mas foi na praia de Farol de São Thomé que viveu a sua infância e os melhores momentos de sua juventude. Aos 16 anos, Afonso começou sua trajetória política de cara-pintada, levantando a bandeira do Fora Collor. Desde então, Afonso nunca ficou de braços cruzados e sempre foi à luta por aquilo que acredita. E por acreditar que é possível mudar Campos, quer ser vereador. Atuante no movimento estudantil, Afonso participou dos grêmios estudantis do Liceu de Humanidade de Campos e do Cemstiac. Em 1994, milhares de estudantes foram às ruas para conquistar o passe-livre em várias cidades do Brasil. Afonso liderou o movimento em Campos, mobilizando diversos jovens em defesa do transporte gratuito para os estudantes. A força dos estudantes campistas garantiu a aprovação da lei municipal do passe-livre, existente até hoje. Atualmente, Afonso é estudante de educação física da Universo, funcionário da E.T.E. Agrícola e vice-presidente da União da Juventude Socialista (UJS). Como vereador, será a nossa força na Câmara, em defesa da educação de qualidade, da meia-entrada e do primeiro emprego.

1. Porque você é candidato a Câmara de Vereadores de Campos dos Goytacazes?
AFONSO 65123: Por acreditar que o momento é oportuno para uma mudança em nossa cidade. Sempre estive na luta pelos direitos dos jovens, dos estudantes de nossa cidade, na frente de grandes lutas, como a conquista do passe-livre. Sou candidato porque vejo uma necessidade grande de ter alguém na Câmara que lute por esssa juventude, com propostas e objetivos que correspondam aos nossos anseios. Quero ser uma voz ativa na Câmara, não só pra lutar pela juventude, mas também pra defender os interesses da população, combatendo práticas corruptas e inescrupulosas.

2. Como você avalia o atual quadro de vereadores?
AFONSO 65123: A Câmara de Campos hoje é composta por um grande número de políticos que são submissos aos interesses da prefeitura, participando diretamente dos desmandos em nossa cidade. Vimos recentemente casos de corrupção apurados em nossa cidade, onde um grande número dos nossos vereadores estavam envolvidos. Ou seja, esquecerem a verdadeira função do vereador, que é a de fiscalizar as contas do município e legislar em prol dos interesses dos cidadãos desta cidade. Vejo que a Câmara hoje precisa de renovação, e pra isso é preciso eleger gente que tenha um histórico de lutas pela população, gente que tenha vindo dos movimentos sociais e populares.

3. Quais sãos seus projetos voltados para a juventude?
AFONSO 65123: Primeiro, eu acredito que a juventude é a esperança de um futuro melhor. Não podemos tratar a juventude como um problema, mas sim como a solução para os problemas que existem hoje na nossa cidade e no nosso pais. Os jovens tem demandas específicas que precisam ser olhadas pelo poder público. Como vereador, eu quero aprovar leis de incentivo ao primeiro emprego, para dar oportunidade aos jovens. Nossa cidade é um grande pólo universitário, mas não aproveitamos esse potencial. A maioria das pessoas se formam e se mudam daqui para conseguir um emprego. È preciso mudar isso! E também é preciso fazer cumprir as leis já existentes, como a meia-entrada em eventos culturais para os estudantes e a lei do passe-livre que é desrespeitada constantemente.

4. Em relação a afirmação do Presidente Lula que os recursos oriundos da camada pré-sal de petróleo seriam destinados para a Educação, você como um líder estudantil, o que acha dessa proposta?
AFONSO 65123: Sem dúvida, a educação tem que ser a prioridade número zero de qualquer governo. No governo Lula, tivemos vários avanços, como a melhoria do ensino básico, a expansão do ensino técnico profissionalizante e a democratização do ensino superior através de programas como o Reuni e o ProUni. E o petróleo é a grande riqueza que o Brasil tem e ele se concentra principalmente na nossa região. Infelizmente, Campos não vem aproveitando essa riqueza para investir em educação, nosso ensino básico é um dos piores do Estado. Acho que o petróleo é do Brasil e isso tem que ser aproveitado de alguma forma para oferecer educação de qualidade para o nosso povo. Essa nova descoberta do pré-sal, abre grandes possibilidades para isso. É possível investirmos esses royalties em educação e ao mesmo tempo continuar a repassar os royalties para os municípios, até porquê o ensino básico também precisa de atenção.

5. Deixe uma mensagem para os jovens eleitores da nossa cidade.
AFONSO 65123: Acredite! Essa é a mensagem, nós temos que acreditar que nós podemos transformar aquilo que queremos. Não vamos ficar de braços cruzados, olhando tudo isso que acontece na nossa cidade. Campos é uma terra de grandes heróis, como Benta Pereira e José do Patrocínio, que não merece estar nas páginas policiais. E somos nós, jovens, que sempre mudamos as coisas, que sempre construímos o futuro do Brasil. Vamos canalizar a nossa rebeldia e mudar a situação de nossa cidade! Colocar gente jovem na Câmara que vá lutar conosco!

2 comentários:

Patrícia Vasconcelos disse...

Não tinha candidato à vereador porque não acreditava em ninguém. Esse jovem me deu um pouco de esperança! Vou votar nele.

Anônimo disse...

Ainda bem que esse idiota não ganhou...


aquela musica serviria pra ele:

ahhh, eu já sabia!