Novo câmpus do IF Fluminense em Maricá

Reitor do IFF, Prof. Luiz Augusto Caldas, e o Prefeito de Maricá, Washington Quaquá, se reuniram nesta terça-feira, 14 de fevereiro de 2012, para tratar da futura instalação de um câmpus, no município.

O IF Fluminense, que já conta com sete câmpus em funcionamento, dois em fase de implantação, em Itaboraí e Santo Antônio de Pádua, terá mais um câmpus no interior do Rio de Janeiro, desta vez, em Maricá, município localizado no litoral do estado.
A instalação dessa nova unidade começou a ser discutida em uma primeira reunião, que aconteceu na sede da Reitoria, em Campos, na tarde desta terça-feira, 14 de fevereiro de 2012, com a presença do Reitor do IF Fluminense, Prof. Luiz Augusto Caldas, o Prefeito de Maricá, Washington Quaquá e os Pró-Reitores de Ensino e Administração do Instituto, Carlos Márcio Lima e Amaro Falquer.
Durante a reunião, ficou agendada para o dia 07 de março uma visita da equipe do IFF, que irá conhecer duas áreas disponibilizadas pela Prefeitura para a construção do câmpus, uma de 60 mil m² e a outra de 130 mil m².
“A construção de um câmpus do IF Fluminense é um fato histórico para Maricá, pois estamos há três anos trabalhando para incluir a cidade no plano de expansão da Rede Federal e conseguimos essa mobilização junto ao Ministério da Educação”, disse o Prefeito.
De acordo com ele, o município de Maricá está a 24 km do Comperj – Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro - e se prepara, também, para receber um porto e um estaleiro. Neste sentido, a presença do IFF vai garantir a qualificação da população.
E é esse um dos objetivos do Instituto que, segundo o Reitor Luiz Augusto Caldas, deve se antecipar para promover a inclusão das pessoas. “Iremos visitar a área, conversar com a equipe de educação do município fazendo o nosso dever de casa para que essa instalação seja feita no menor prazo de tempo possível”, afirmou.
Luiz Augusto ainda enfatizou que o município de Maricá está inserido em um cenário de desenvolvimento local que irá alterar a sua dinâmica econômica. “Por isso a importância do Instituto Federal Fluminense estar presente na região, promovendo a capacitação e a inclusão das pessoas nesse novo contexto”, disse.

Nenhum comentário: