Circuito Goitacá de Economia Solidária


Por Nilza Franco*

O Movimento de Economia Solidária no município de Campos recebe mais um reforço com o Circuito Goitacá de Economia Solidária promovido pela UENF/ITEP e Casa de Cultura Villa Maria. Este se constituirá em espaço de comercialização e trocas solidárias feito de forma direta entre produtores e consumidores organizados e inseridos no Fórum Local de Economia Solidária e acontecerá nos dias 14/15 e de 16 de julho de 2011, nos jardins da Villa Maria.

O Circuito Goitacá de Economia Solidária estimulará práticas de comércio justo, trocas solidárias e espaço de promoção das artes e valorização de artistas locais ligados a dança, teatro, musica e outras expressões que queiram se aproximar do movimento de economia solidária local. Os atores deste evento são: artesãos, estilistas, artistas, ativistas culturais, fotógrafos e produtores. Iniciativas como esta acontecem no Brasil e ligam diversos setores ao Movimento Nacional de Economia Solidária e Comércio Justo.

O foco deste trabalho da ITEP é promover e estimular o consumo de bens e serviços produzidos pelos empreendimentos de economia solidária, dada a grande capacidade que estes possuem de gerar trabalho e renda e ao mesmo tempo distribuir de forma mais justa a riqueza que geram, além de serem atores ativos na construção de uma nova dinâmica para o desenvolvimento do território local.

Para participar do espaço de comercialização os grupos de economia solidária devem aderir formalmente ao Fórum Local de Economia Solidária.

Para os artistas que queiram divulgar seu trabalho as inscrições podem ser feitas na UENF, Sala 114 Prédio da Reitoria/E1 e na Villa Maria. Fica a disposição o e-mail itep@uenf.br para inscrições online. Teremos um palco livre para apresentação dos artistas nos 03 dias do evento.

A moeda social Motirõ circulará no evento e pode ser trocada por óleo de cozinha usado e materiais reciclados (pet, tetra pak e latinhas de alumínio)

Nilza Franco é coordenadora do Circuito Goitacá de Economia Solidária

Fonte: Blog Estou Procurando o que fazer

URGENTE: Jovens precisando da sua ajuda!





Estou arrecadando alimentos, roupas, calçados, material de higiene pessoal e limpeza para levar aos jovens que estão internados numa comunidade terapêutica para recuperação de dependentes químicos! São jovens que tiveram suas vidas destruidas pelas drogas e que estão buscando uma nova forma de viver! Se puder, ajude! seixas.fabiano@gmail.com!

Sistema Mandala Adaptada - Dia Especial

Acontecerá no dia 28 de Junho, na microbacia hidrográfica de Santa Maria, em São José de Ubá, o Dia Especial sobre a Unidade de Pesquisa Participativa Sistema Mandala Adaptada. A programação conta com o depoimento da produtora parceira Luciana Silva Andrade sobre o sistema Mandala Adaptada implantado em sua propriedade. Além disso haverá troca de experiências entre técnicos e produtores, além de um café da manhã para recepcionar os participantes. O evento é uma parceria do Rio Rural com a Pesagro-Rio, com apoio da Emater-Rio.

Horário: 9:30h às 12:00h

Local: Microbacia Santa Maria - São José de Ubá

Institutos abrem 6 mil vagas

Os 23 institutos federais de educação, ciência e tecnologia que participam da atual edição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) oferecem 6.090 vagas de graduação, distribuídas em cursos de licenciatura, bacharelado e tecnológico. Esses institutos têm vagas em campi em cerca de cem municípios, principalmente em cidades do interior, cobrindo 19 das 27 unidades da Federação.

Já os dois centros federais de educação tecnológica (Cefet) que participam desta etapa do Sisu oferecem 639 vagas. O Cefet Celso Sukow da Fonseca, que fica no Rio de Janeiro, e o de Minas Gerais, com sede em Belo Horizonte, abrem vagas em nove municípios. Dos 27 cursos nos dois Cefets, 18 são de engenharias.

No conjunto, o Sistema de Seleção Unificada do segundo semestre deste ano abre 26.336 vagas, distribuídas entre 19 universidades federais, 23 institutos federais de educação, ciência e tecnologia, quatro universidades estaduais e dois centros de educação federal e tecnológica (Cefet).

As inscrições podem ser feitas, pela internet, até o próximo domingo, 19. Para concorrer, o estudante precisa ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2010. Todas as informações para a inscrição estão na página eletrônica do Sisu.

Inscrições abertas para pós-graduação no IFF

O IF Fluminense está oferecendo em seus campi de Campos dos Goytacazes (Centro) e Cabo Frio vagas para cursos de pós-graduação lato sensu em quatro áreas. São elas: Educação do Campo, Docência no Século XXI, Ensino de Ciências e Educação Ambiental. As inscrições estarão abertas até o dia 30 de junho e estão sendo oferecidas 150 vagas.

Os interessados poderão se inscrever no portal do IFF: www.iff.edu.br até as 20 horas do dia 30, mas devem estar atentos aos locais para entrega dos documentos. Para os cursos Educação do Campo e Docência no Século XXI o local para encaminhar é Diretoria do Departamento de Pesquisa e Pós-Graduação - DDPPG, no IF Fluminense, campus Campos Centro, Rua Dr. Siqueira, 273, Parque D. Bosco, CEP 28030-130.

Já para os cursos Ensino de Ciências e Educação Ambiental, no Registro Acadêmico do campus Cabo Frio, Estrada Cabo Frio/Búzios, s/n, Baía Formosa, Cabo Frio, CEP 28909-971.

Os candidatos serão avaliados em dois momentos: redação (com caráter eliminatório e classificatório) e análise de currículo (caráter classificatório). O cronograma prevê a análise do currículo de 1º a 5 de agosto; prova de redação no dia 15 de julho; resultado final dia 12 de agosto e aula com inicio previsto para 26 de agosto.

Acesse aqui o edital

XIV Encontro Regional dos Estudantes de Geografia do Sudeste


O EREGEO-SE (Encontro Regional de Estudantes do Sudeste) , é um encontro de estudantes, pensado por e para os estudantes, para que as diferentes escolas de geografia da região sudeste possam compartilhar suas experiências, conhecimentos e produção científica, bem como discutir e posicionar-se quanto aos temas que permeam a ciência geográfica e que estão em discussão na sociedade. Um espaço de organização do movimento estudantil, de partilha e de confraternização entre as escolas de geografia da região sudeste do país.


Neste encontro vários estudantes de geografia das escolas do sudeste do país, firmam o compromisso de batalhar para a construção de um encontro que sirva como espaço de troca de idéias, com ações políticas e acadêmicas entre os estudantes. Participam da organização deste encontro diversas escolas de geografia da região sudeste, representadas por centros acadêmicos e estudantes independentes. Cada qual com sua contribuição ao longo da construção deste encontro nos conselhos regionais.




TEMA 2011: “Movimentos Sociais e Educação: a quem serve a geografia?”

Ementa:
“A educação não muda a sociedade,
a educação muda o homem.
O homem muda a sociedade”
(Paulo Freire)

Nos últimos anos, os movimentos sociais que representam as classes sociais excluídas foram estrategicamente submetidos pelo estado e os poderes persuasivos da mídia a sofrerem um processo de criminalização. Desta forma, a educação vem a ser uma das principais alternativas e “instrumento” para a emancipação destes grupos marginalizados. Porém, a educação de forma geral, passou a ser precarizada por políticas educacionais que vazaram somente o sucateamento do ensino básico, criação de cursos técnicos e superiores que atendem aos interesses do capital privado, reproduzindo assim, a organização do trabalho e a reprodução das classes dominantes. Esperamos neste XVI EREGEO-SE refletir sobre essas questões e como a ciência geográfica pode contribuir para com esta complexa realidade.


Maiores informações em: http://eregeoiffcampos.blogspot.com/

Doação voluntária de sangue, realizada nesta manhã! Doar sangue ajuda a salvar vidas!

O Hemocentro de Campos dos Goytacazes funciona no Hospital Ferreira Machado.

Estudantes protestam pelo passe-livre na EMUT e na Câmara

Após manifestação ocorrida nesta segunda na Avenida Alberto Lamego, a Federação dos Estudantes de Campos (FEC) já prepara nova manifestação para essa terça (14). O protesto está marcado para acontecer a partir das 16 horas com concentração em frente ao Liceu de Humanidades de Campos. A pauta continua sendo maior respeito a lei que garante a gratuidade no transporte coletivo para estudantes de escolas públicas.


Durante o protesto, os estudantes entregarão uma pauta de reivindicações à Empresa Municipal de Transportes (EMUT) e depois seguirão para a Câmara Municipal, onde participarão da sessão plenária exigindo soluções para o problema da gratuidade. Segundo Maycon Prado, presidente da FEC, os estudantes continuarão mobilizados até que uma solução seja apresentada e as empresas de ônibus parem de desrespeitar o passe-livre. Uma das idéias propostas será uma reunião com autoridades e grêmios estudantis para debater soluções e exigir das empresas de ônibus o cumprimento da lei.

Estudantes protestam pelo passe-livre nesta segunda

A Federação dos Estudantes de Campos (FEC) e o Grêmio Estudantil da E.T.E. João Barcelos Martins realizam, nesta segunda (13), uma manifestação por mais respeito ao passe-livre. O protesto acontece na Avenida Alberto Lamego, em frente a E.T.E. João Barcelos Martins, a partir das 10 horas. Estudantes de outras escolas também devem aderir ao movimento.

A manifestação é para reivindicar maior respeito a lei que garante a gratuidade no transporte coletivo para estudantes de escolas públicas. De acordo com o presidente da FEC, Maycon Prado, muitas empresas desrespeitam o passe-livre e não param nos pontos de escolas para pegar os estudantes. Ele reclama ainda que os micro-ônibus não permitem a entrada através do passe-livre e que muitos estudantes estão sendo prejudicados por chegar atrasado as aulas.

"A empresa São João, por exemplo, tem colocado ônibus exclusivo para estudantes e negando a entrada em outros veículos da linha. Os empresários deveriam ter a consciência de que cada estudante a mais no ônibus é um bandido a menos no futuro. A educação deve ser responsabilidade de todos, ainda mais quando que se trata de uma concessão pública e quando a empresa recebe para isso. Se essa postura não mudar e o passe-livre continuar sendo desrespeitado, vamos ocupar as ruas para protestar e cobrar uma solução das autoridades", anunciou Maycon, ressaltando que outras manifestações já estão programadas ainda para essa semana.

Curso de Pós Graduação Lato Senso em Políticas



Apresentação do curso com a Presença do Coordenador Msc.Marco Antonio Pedro Vieira

Data: 15 de Junho - 19:00 hs
Local: SESC Campos dos Goytacazes
Av Alberto Torres, 397 (Centro)
Campos dos Goytacazes- RJ

Valor: Matrícula de R$ 70,00 / 19 parcelas de R$ 290,00
Duração:18 meses
Carga Horária: 360 hs
Aulas em apenas 1 final de semana por mês!

Informações ou confirmação de presença:
Tel.: (22) 3811-0111
email: pos.atendimento@redentor.edu.br / pos.campos@redentor.edu.br

Mais leite para as pequenas pastagens



Na microbacia do Brejo da Piedade, em Quissamã, o pequeno produtor de leite Carlo Davi Barbosa Santos, 36 anos, e seu pai, Valdir de Oliveira Santos, 69 anos, estão comemorando os resultados do pastoreio rotacionado, implantado na propriedade há um ano com incentivo financeiro do Rio Rural. De uso familiar, o sítio tem 30 vacas de leite, 15 do pai e o restante do filho, e produz para a Cooperativa de Macuco. Segundo o produtor, o sistema de pastejo rotacionado permitiu dobrar a produção de leite.

- A média agora é de 13 litros por vaca. Eu estou adorando esse pasto. Onde colocava um animal, agora colocamos 10. Para a época de veranico isso é uma benção, diz Valdir, entusiasmado.

O agrônomo Francisco José Rodrigues, técnico executor do Rio Rural em Quissamã, explica que os meses de inverno são muito secos no município:

- O veranico aqui é muito rigoroso e o pasto em geral fica muito seco. Com o sistema rotacionado os agricultores conseguem remanejar bem o gado, explicou.

Carlo Davi revela que foi criado com preocupação ambiental, tema presente na propriedade de sua família até hoje. Dos oito filhos de Valdir, ele é o único que não chegou à universidade, preferiu desde cedo trabalhar com a terra.

- Hoje eu tenho orgulho mesmo de dizer que tenho meus filhos saídos de universidade. Tenho filhos engenheiros ambientais, biólogo e mais um monte de coisas, só faltou um veterinário - diz, bem humorado.

Tanta preocupação com o meio ambiente e tantos filhos universitários resultaram em uma área de proteção ambiental próxima à casa da família.

- Daquele mato ali eu não tiro nem um pau. Eu mesmo não quero, mas tenho um filho que não deixa de jeito nenhum, diz que aquilo ali é sagrado - revela o agricultor, que tem meio hectare da propriedade reservado exclusivamente as árvores.

Além de produzirem leite para a cooperativa, Carlo Davi e o pai têm animais que participam de concursos leiteiros. O próximo será na Exposição Agropecuária de Quissamã, de oito a 12 de junho.

- Essa vaca aqui já deu 38,5 litros de leite. Na época do concurso a gente complementa a alimentação com ração - revela.

O preconceito estampado: Arquivo Público Municipal Waldir Pinto de Carvalho lança obra sobre a discriminação racial e religiosa, em Campos dos Goytaca




Campos dos Goytacazes, primeira metade do século XX: obras modernizadoras idealizadas por Saturnino de Brito; Nilo Peçanha, apoiador das oligarquias, recebe, por conta da morte de Afonso Pena, a Presidência da recente República; sociedade conservadora, valorizadora da elite e carregada de preconceitos econômicos e raciais.


Nesse período, as diferenças estão, perigosamente, distantes dos aspectos morais impostos por um Catolicismo estabelecido pelos colonizadores portugueses. O negro, distante do Centro, pois não consome; suas crenças, resquícios culturais de origem, relacionadas à malandragem, atrevimento, exploração e outros tantos termos depreciativos.
Contudo, a boa sociedade participa.


Assim, o Arquivo Público Municipal Waldir Pinto de Carvalho, órgão subordinado a Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima, através dos pesquisadores Cristiano Pluhar e José Victor Nogueira Barreto, lança a obra O preconceito estampado que salienta, através da vasta coleção de jornais campistas e processos criminais componentes do acervo da instituição, o preconceito racial a partir das crenças religiosas de origem africana. O recorde histórico frisa o período presidido por Getúlio Vargas (1930 – 1945 e 1951 – 1954) que intencionou, teoricamente, a criação de uma identidade nacional respeitadora da formação do povo brasileiro.


Os principais jornais de Campos dos Goytacazes, nessa época, estamparam reportagens de cunho desrespeitador das diferenças, apresentando claros indícios escravocratas. Assim, a lida intenciona a valorização cultural, bem como o esclarecimento da formação das religiões que carregam resquícios africanos.


Para aquisição, basta dirigir-se ao Arquivo Público Municipal Waldir Pinto de Carvalho, localizado na Estrada Sérgio Vianna Barroso, 3060. Campos dos Goytacazes. Contato: (22) 2733-9999. Email: arquivodecampos@arquivodecampos.org.br ou cristianopluhar@hotmail.com e zevictornb@hotmail.com

Cristiano Pluhar – pesquisador do Arquivo Público Municipal Waldir Pinto de Carvalho

Receita Federal deixa de emitir cartão CPF em formato plástico

A Receita Federal do Brasil (RFB), a partir de 6/6/2011, deixará de emitir o cartão CPF em formato plástico, e passará a emitir, somente, o Comprovante de Inscrição no CPF - documento gerado no ato do atendimento realizado pelas entidades conveniadas à RFB (Banco do Brasil, Correios e Caixa Econômica Federal) ou impresso a partir da página da Receita Federal na Internet.

Órgãos públicos e pessoas jurídicas em geral NÃO devem solicitar ao cidadão a apresentação do cartão CPF em formato plástico para efeito de comprovar a sua inscrição no cadastro CPF.

A comprovação de inscrição no CPF pode ser feita por intermédio da apresentação dos seguintes documentos:

1) Carteira de Identidade, Carteira Nacional de Habilitação, Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), carteira de identidade profissional, carteiras funcionais emitidas por órgãos públicos, cartão magnético de movimentação de conta-corrente bancária, talonário de cheque bancário e outros documentos de acesso a serviços de saúde pública de assistência social ou a serviços previdenciários, desde que conste neles, o número de inscrição no CPF;

2) Comprovante de Inscrição no CPF emitido pelas entidades conveniadas à Receita Federal (Banco do Brasil, Correios e Caixa Econômica Federal);

3) Comprovante de Inscrição no CPF impresso a partir da página da Receita Federal na Internet;

4) Outros modelos de cartão CPF emitidos de acordo com a legislação vigente à época.

O cidadão pode ainda imprimir a 2ª via de seu Comprovante de Inscrição no CPF por intermédio dá página da RFB na Internet, quantas vezes forem necessárias, sem ônus; e a autenticidade desse documento pode ser checada por qualquer pessoa via Internet também.

Assessoria de Comunicação Social - Ascom/RFB

Mensagem de um bombeiro enviado ao blog

OBRIGADO PELO APOIO...


ESTAMOS PEDINDO SOCORRO!
FAÇAM O QUE PUDEREM POR NÓS, LIGAÇÕES, E-MAILS, REDES SOCIAIS (TWITTER, FACEBOOK, ORKUT, ETC...), MOBILIZEM TODOS SETORES DA SOCIEDADE... NÓS SALVAMOS VIDAS, E TEMOS 97% DE APROVAÇÃO POPULAR, NÃO SOMOS BANDIDOS, E NEM VAMOS COM FREQUENCIA À PARIS (FRANÇA)...

SOMOS CHEFES DE FAMÍLIA, ESTAMOS PEDINDO DIGNIDADE!

Precisa de doação de sangue - Chame o bombeiro

Precisa de socorro por acidente na estrada - Chame o bombeiro

Alguem passa mal - chame o bombeiro

O animal caiu em um poço artesiano ou está atolado - chame o bombeiro

Alguem esta com crise nervosa (doente mental) - chame o bombeiro(eles têm o preparo)

Alguem preciso de socorro médico - chame o bombeiro

Princípio de incendio em residencia - Chame o bombeiro

Queda de moto (seja para atendimento simples ou não) ninguem chega perto - Chame o bombeiro

Temporadas de enchentes e alagamento - chame o bombeiro

afogamento no mar, rio ou lagoas - Chame o bombeiro

Confronto nos morros e intalação das UPPS - lá está o bombeiro dando o apoio À POPULAÇÃO

VIDAS ALHEIAS E RIQUEZAS SALVAS...

Acidentes nas estradas e ruas do perímetro urbano - chame o bombeiro

desabamentos de predios ou construções - chame o bombeiro

tentativa de suicídio - chame o bombeiro

VIDAS ALHEIAS E RIQUEZAS SALVAS... Esse é o nosso lema e sempre será.

No Local do Avião - Uma investigação sobre o 11 de setembro


O Cine ABI, em parceria com o Cineclube da Casa da América Latina,

Reapresentam:
No Local do Avião - Uma investigação sobre o 11 de setembro
Direção de William Lewis
2006
Documentário 72 min.
Legendas em português

09 de junho
quinta-feira
a partir das 18h30

na ABI
(Associação Brasileira de Imprensa)
Rua Araújo Porto Alegre, 71 - 7° andar
Centro (próx. ao metrô Cinelândia)

Sinopse: Este documentário mostra várias evidências de que os ataques de 11 de setembro não foram feitos por sequestradores armados de estilete, mas, sim, planejados pela CIA seguindo os desejos da Casa Branca. Ele não só apresenta evidências (algumas delas não indicadas em outros documentários do tipo), mas também questões filosóficas que provocam o espectador. Também muito importantes são os fatos históricos pelos quais fica provado que, quando o assunto é guerra, não se pode confiar em absoluto no discurso oficial e na mídia corporativa.
Após a exibição do filme, haverá debate e sorteios de DVDs do filme.

Serão concedidos certificados aos participantes.
Os 25 primeiros que chegarem terão direito a pipoca e guaraná grátis!
cortesia: Sindipetro-RJ
apoio: ABI Associação Brasileira de Imprensa
realização: Casa da América Latina

Oportunidade para professores conteudistas de Segurança do Trabalho

Estão abertas as inscrições para seleção de professores-pesquisadores conteudistas, para o Curso Técnico em Segurança do Trabalho a distância, do programa e-TEC Brasil, com atuação no IF Fluminense.

São oferecidas sete vagas e as inscrições podem ser feitas até o dia 21 de junho, das 14h às 20h, na Coordenação de Educação a Distância, na Reitoria do IF Fluminense, Bloco A, Sala 141. O candidato deve observar a documentação exigida pelo edital, disponível no site do Instituto, no endereço www.iff.edu.br.

Além de atender ao perfil mínimo estabelecido no edital, de acordo com o componente curricular pretendido, o candidato deve ser professor, em efetivo exercício na rede pública de ensino, com, no mínimo, um ano de experiência docente na rede pública ou privada de Ensino, entre outros requisitos.

A seleção constará de duas etapas: avaliação do Currículo Lattes com documentação comprobatória de acordo com as exigências do edital e entrevista. A remuneração, conforme carga horária dos componentes curriculares na proporção de uma remuneração para cada 15h varia de R$1.100,00 a R$1.300,00.

O resultado final está previsto para o dia 13 de julho e os selecionados irão atuar nas atividades de elaboração de material didático, de desenvolvimento de projetos e de pesquisa relacionadas aos cursos e programas implantados no âmbito do Sistema e-TEC Brasil e outros programas ou projetos implementados pelo IF Fluminense.

Confirmado: São João da Barra terá Núcleo Avançado do IFF




A prefeita de São João da Barra, Carla Machado (PMDB), confirmou que será criado no município um Núcleo Avançado do IFF (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense). O anúncio veio após audiência, em Brasília, no Ministério da Educação, com o Secretário Nacional de Educação Profissional, Eliezer Pacheco. Participaram da reunião o deputado federal Chico D’angelo, o secretário de Educação de São João da Barra, Antônio Neves, e a reitora do IFF, Cibele Daher.

Um convênio vai ser assinado entre a prefeitura e o IFF para início aos trabalhos que vão acontecer na escola pré-moldada, licitada pelo executivo municipal e já pronta para o desenvolvimento escolar.

Eliezer Pacheco autorizou a contratação de 20 professores e corpo técnico para o início das aulas. Pacheco confirmou presença no município em junho para inauguração da escola pré-moldada onde se ministrarão cursos do IFF. Os primeiros cursos serão de Metalurgia e Eletrosolda, ambos voltados para a demanda do Distrito Industrial do Porto do Açu. Na questão da federalização, o município deve se tornar núcleo avançado e logo após haverá um direcionamento para federalizar a escola que está sendo construída pela prefeitura nos moldes técnicos do Instituto.

Recentemente, ao fazer o lançamento do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), a presidenta Dilma Rousseff fez menção ao empreendimento do Complexo do Açu e disse que o Programa de seu governo visa formar mão de obra qualificada por meio de capacitação técnica e profissional. O Ministério da Educação (MEC) prevê investimentos de R$ 1 bilhão já neste ano. Dilma afirmou que o Governo pretende construir 197 escolas técnicas até o final de 2014.

Para a prefeita Carla Machado, esta é mais uma conquista e que irá abrir novas oportunidades para a população sanjoanense que busca qualificação profissional. “Já temos parceria com o IFF em outros cursos, iremos implantar estes dois e certamente muitos outros virão. Qualificar é sinônimo de incluir, e queremos desenvolvimento com inclusão do cidadão em todo este contexto industrial. São João da Barra terá seu próprio IFF”, comemora a prefeita, acrescentando que sua ida a Brasília mostra como o município é reconhecido na capital federal: “é unânime o discurso de deputados e senadores quando dizem que estamos “bombando”. Antes éramos considerados final de linha, nem éramos conhecidos, mas hoje veem nosso trabalho e São João da Barra com muito respeito, como um município promissor que vai alavancar a economia regional, estadual e do País”.

A reitora do IFF mostra entusiasmo na questão da federalização. “A prefeita tem buscado incessantemente este propósito. Tenho certeza de que todos sairão ganhando com mais um instituto federal na região, em especial, em São João da Barra”.

MEC vai criar campus do IFF em São João da Barra

Com o objetivo de ampliar o número de cursos e atender à demanda de mão-de-obra qualificada no município de São João da Barra, a Reitora do Instituto Federal Fluminense, Cibele Daher, juntamente com a Prefeita da cidade, Carla Machado, o Secretário de Educação, Antônio Neves e o Deputado Federal, Chico Dângelo, participaram de uma audiência com o Secretário de Educação Profissional e Tecnológica, Eliezer Pacheco, para tratar da implantação de um campus avançado do Instituto no município. O encontro aconteceu na sede do Ministério da Educação, em Brasília, na manhã desta quinta-feira, dia 02 de junho.
O Secretário afirmou que o núcleo avançado de São João da Barra será um campus avançado, contando com um efetivo de 20 docentes, além de técnico-administrativos, como prevê o novo programa de expansão. Sendo informado da parceria entre o IFF e a prefeitura e da construção da escola e das instalações pré-moldadas, que serão inauguradas brevemente, Eliezer demonstrou interesse no projeto.
“Queremos ampliar o ensino a distância, que já existe no campus. Além disso, com a implantação do Complexo Logístico do Açu, podemos aumentar o número de servidores e fazer do núcleo um campus avançado”, completou.
O Deputado Chico Dângelo reiterou a importância de um campus em SJB, tendo em vista a grandiosidade do empreendimento que será instalado e o conseqüente aumento populacional. “A previsão é que a população da cidade, que hoje é de 33 mil pessoas, em 15 anos chegue a 250 mil, por isso precisamos qualificar mão-de-obra”, falou.
De acordo a Prefeita, a parceria entre o Instituto e a Prefeitura serve para incentivar a qualificação e reafirmar o compromisso de ambas as partes na formação de mão-de-obra local. “Estamos construindo a escola técnica municipal dentro das exigências do MEC e do IFF, além disso, uma estrutura pré-moldada será inaugurada neste mês para que, no próximo semestre, comecem a funcionar os cursos de metalurgia e eletromecânica, o que é uma grande conquista para nós”, reiterou.
Para a Reitora, Cibele Daher, este é um momento de grande importância para o Instituto e para a região. “O nosso encontro demonstrou a soma de esforços para tornar ainda mais concreta a parceria com São João da Barra. Recebemos o apoio explícito do secretário. Esse resultado é gratificante, pois vai trazer benefícios à sociedade e aos sanjoanenses, o que fortalece a institucionalidade e mostra o fortalecimento não só de um campus, mas de todo o Instituto”, finalizou.
Participaram da reunião o Diretor de Desenvolvimento da Rede Federal, da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica - Setec, Aléssio Trindade de Barros e o Coordenador de Regulação da Educação Profissional e Tecnológica do MEC, Marcelo Feres.

Os 102 anos do ensino técnico são comemorados no Senado

O Senado Federal realizou sessão especial nesta segunda-feira, 30, para marcar os 102 anos do ensino técnico no Brasil. A história da rede federal começou em 1909, quando o então presidente da República, Nilo Peçanha, criou as primeiras 19 escolas de aprendizes e artífices. Hoje são 402 escolas federais de educação profissional em funcionamento, campus dos institutos federais de educação, ciência e tecnologia.
Ao destacar a importância do ensino técnico, o senador Paulo Paim (PT-RS), proponente da sessão, recorreu a seu exemplo pessoal, que trabalhava como vendedor de frutas em feira livre e se tornou ferramenteiro em um curso do Senai. “O próprio ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que expandiu o ensino técnico profissionalizante, se tornou metalúrgico em um curso do Senai”, disse ele.
O secretário de educação profissional e tecnológica do Ministério da Educação, Eliezer Pacheco, lembrou que no último período essa modalidade de ensino entrou na pauta do país. “Só na rede federal já investimos mais de R$ 1 bilhão. Saímos de 140 escolas para mais de 400 e de 113 mil para 400 mil matrículas em cursos técnicos e superiores. Mas ainda há muito o que fazer”, observou Eliezer.
Ações – Além da expansão da rede federal, o MEC repassou R$ 1,5 bilhão a 23 estados pelo programa Brasil Profissionalizado. Os recursos estão sendo usados na construção de 176 escolas técnicas estaduais e na reforma ou ampliação de outras 543. Outra importante ação, em andamento, foi o acordo de gratuidade com as entidades que compõe o Sistema S – Senai, Senac, Sesi e Sesc. Pelo acordo, já foram geradas 351 mil matrículas gratuitas nas escolas do Senac e do Senai nos últimos dois anos.