Seminário de Cartografia na UPEA/IFF

Quarta-feira, 01/04, na UPEA/IFF (www.upea.cefetcampos.br).

O público alvo estudantes de Mestrado em Engennharia Ambiental, Licenciatura em Ciências e Geografia, demais alunos do IFF e instituições de Ensino Superior da Região e público interessado em geral.

Programação do evento:

- 9:00 - 9:40 - Palestra sobre o Projeto de Recuperação do PROJIR - Prof. Hamilton Jorge de Azevedo
- 9:40 - 10:20 - Palestra sobre Cartografia - Prof. Gilberto Pessanha - UFRJ
- 10:20 - 10:30 - Intervalo
- 10:30 - 11:10 - Palestra sobre Cartografia - Prof. Marcelo Maranhão - IBGE - "Mapeamento Cartográfico na escala 1/25.000 do estado do RJ - Projeto RJ 25" .
- 11:10 - 12:00 - Questionamentos

Transporte: Micro-ônibus sairá da Campus Campos Centro (antiga Sede do CEFET Campos) às 8:00h.

104 vagas de empregos

Estão abertas 104 novas vagas no Balcão de Empregos da Secretaria deTrabalho e Renda. Interessados devem ir à Avenida 28 de Março, 533, no Centro, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, levando currículo,carteira de identidade, CPF e carteira de trabalho. Maioresinformações no telefone 2731-6963.
Confira os cargos disponíveis para Campos:
03 costureiras para bolsa (ambos sexos e c/ experiência)
01 contador c/ experiência de 5 anos
01 alinhador de automóvel
01 alinhador (com habilitação/ disponível p/ viagem/ 1 ano experiência)
12 carpinteiros
01 mecânico de freio e roda de caminhão c/ exp.
01 engenheiro mecânico
02 representantes comerciais (feminino c/ experiência)
01 encarregado de terraplanagem
01 encarregado geral de obra
06 operadores de trator c/ experiência e habilitação
01 costureira para overloque, colaretti e reta c/ exp.
01 cozinheira folguista com experiência
01 eletricista profissional com experiência (automóvel)
02 torneiros mecânicos c/ experiência
01 cozinheira para restaurante (com experiência)
01 corretor de seguros
01 eletricista de alta tensão p/ montagem de painéis c/ experiência de 5 anos
02 manicures c/ experiência
02 escovistas
01 vendedor externo (ambos os sexos)
01 cozinheira p/ restaurante (hotel) c/ experiência
01 cozinheira p/ restaurante c/ experiência
03 garçons com experiência ou certificado do curso
01 técnico de refrigeração com experiência
01 analista contábil sênior (c/ exp. e curso superior)
01 locutor de loja c/ experiência 2 anos
03 garçons c/ experiência
01 maitre c/ experiência
01 instalador de CFTV (alarme e câmera)
01 operador de empilhadeira com experiência 2 anos
01 editor de vídeo c/ experiência (feminino)
01 editor de Fotoshop (feminino)
05 lavadores profissionais c/ experiência (masculino)
01 colaretista c/ experiência
01 doméstica (dormir) p/ Cardoso Moreira
01 Pizzaiolo (noturno) c/ experiência
01 overloquista c/ experiência
02 garçons (ambos sexos)
01 cozinheiro c/ experiência
01 atendente de balcão restaurante (noite) ambos sexos
01 auxiliar de cozinha restaurante (noite) ambos sexos
03 garçons restaurante (noite) ambos sexos
01 porteiro (para Macaé)
04 eletricistas industriais c/ experiência
03 técnicos de instrumentação c/ experiência
01 doméstica
05 vendedores externos (área de telefonia)
10 ajudantes de produção (masculino)
01 garçom c/ experiência (para finais de semana)
01 salgadeiro (a)
01 motorista categoria D e ensino médio completo
01 ajudante de caminhão

Professor Jefferson Manhães participando do Domingo da Juventude pelo Primeiro Emprego

video

Clicks Domingo pelo Primeiro Emprego


Clicks Domingo pelo Primeiro Emprego





Clicks Domingo pelo Primeiro Emprego





Clicks Domingo pelo Primeiro Emprego






Clicks Domingo pelo Primeiro Emprego




Carta de Brasília

Divulgamos a Carta de Brasília, documento elaborado no Seminário “Perspectivas da Educação Profissional e Tecnológica", acontecido em Brasília, onde os dirigentes traçam os primeiros passos na consolidação das políticas públicas voltadas para o desenvolvimento da Educação Profissional e Tecnológica do nosso país, tendo em vista a implantação dos Institutos Federais Fluminense, que tem como objetivo capacitar jovens e adultos e democratizar o acesso a ciência e tecnologia.


Carta de Brasília

A Educação Profissional e Tecnológica insere-se e também é profundamente impactada pelas transformações sociais, produtivas e econômicas do mundo contemporâneo que configuram alterações no trabalho – e em sua realidade tecnológica, nas formas de emprego e geração de renda. Portanto, requer novos perfis profissionais e novas estratégias de ofertas educativas, constituindo-se em novas demandas às Instituições e aos formuladores de políticas públicas de Educação Profissional e Tecnológica.

Ainda que se reconheçam os esforços por parte de seus principais atores, como a Rede Federal, o Sistema S e as Redes Estaduais, o fato é que durante décadas o País se ressentiu de uma maior presença em seu território de instituições de ensino capazes de estabelecer uma relação mais estreita com o mundo do trabalho, compreendendo as profundas transformações que nele se operavam em conseqüência do processo de desenvolvimento científico e tecnológico.


Com o intuito de superar esse contexto, a educação profissional e tecnológica passou a ocupar, nesses últimos anos, uma posição privilegiada na agenda de ações prioritárias para o país, que assiste hoje a um processo de expansão de oferta sem precedentes na história da educação brasileira. Uma transformação que pretende alcançar o perfil, a estrutura e a qualidade da oferta da educação profissional e tecnológica, lançando as bases para uma nova forma de relação entre ensino e mundo do trabalho.


Esse momento favorável será tanto mais duradouro quanto mais eficazes forem as estratégias de fortalecimento de instituições e consolidação de cursos e programas, que devem permitir à sociedade brasileira o acesso a uma rede pública de ensino forte em infraestrutura e em material humano. Os Institutos Federais e as redes de educação profissional e tecnológica dos estados terão de estar atentos às necessidades da população e sintonizados aos planos de desenvolvimento local e regional. De outro lado, o acordo estabelecido entre o Governo Federal e o SENAI / SESI e SENAC / SESC, ampliando a gratuidade nos cursos ofertados por essas instituições, abre imensas perspectivas para jovens e adultos que buscam sua qualificação profissional.


É fundamental, entretanto, reconhecer que o resgate da educação profissional e tecnológica é tarefa que, muito ao contrário de estar concluída, depende de ser assumida por todos os seus principais agentes como Política de Estado, que se sobressai sobre as políticas de governo independente de suas matizes.

Para empreender esse processo será necessário o envolvimento e o comprometimento de todos os sujeitos e atores sociais, que através de uma Câmara Brasileira de Educação Profissional e Tecnológica e de Câmaras Estaduais, articulem a oferta de educação profissional e tecnológica, considerando-a no contexto das realidades próprias de cada região, bem como das políticas de desenvolvimento econômico, geração de emprego e renda, progresso científico e tecnológico, entre outros.

Propõe-se às Câmaras aqui referidas a configuração de organizações da sociedade civil vinculadas ao ambiente da educação profissional e tecnológica, de natureza consultiva, constituídas como espaços não formais, porém privilegiados para o debate das questões que pautam a agenda da educação profissional e tecnológica no país e nos estados, possibilitando a cada agente, no planejamento e na execução de suas ações, levar em consideração as análises, propostas e conclusões emanadas das câmaras.


As entidades e representações abaixo qualificadas, reunidas em Brasília, manifestam-se favoravelmente à constituição dos referidos Colegiados, confiando à Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do MEC a responsabilidade de iniciar os trabalhos prévios a instauração da Câmara Brasileira de Educação Profissional e Tecnológica.

Brasília, 26 de março de 2009

Já subscreveram esta Carta:
Fernando Haddad - Ministro da Educação
Eliezer Moreira Pacheco - Secretário de Educação Profissional e Tecnológica
Armando Monteiro Neto – Presidente da CNI
Antônio Oliveira Santos – Presidente da CNC
Sidney Cunha – Diretor Geral do Senac
Paulo César Pereira – Representante dos Reitores dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia
Milca Severino Pereira – Secretária de Educação de Goiás, representante do Consed
Geraldo Grossi Júnior – Presidente do Fórum Nacional dos Conselhos Estaduais de Educação
Ismael de Almeida Cardoso – Presidente da UBES

UJS no Jornal o Diário de hoje! Segundo Caderno! Todos pelo Primeiro Emprego

Foto: Isaías Fernandes

Por Cássio Peixoto

Discussões de políticas públicas, projetos de lei e socialismo. Tudo isso também rima com um domingo de sol, futebol, capoeira e centenas de jovens lutabdo pelos seus direitos. Ontem no Clube Folha Seca, aconteceu o “Domingo da Juventude pelo Primeiro Emprego”, um evento organizado pela União da Juventude Socialista de Campos (UJS), onde os jovens receberam o apoio de autoridades na luta, às vezes, desesperada de milhares de joves em busca de trabalho.

O diretor de políticas públicas da UJS, Marcos Tavares, contou que a ansiedade dos jovens era tão grande que alguns foram para o encontro com um currículo na mão. “Alguns jovens não entederam a mensagem, mas isso é compreensível na medida em que sabemos o quanto estão ansiosos pela primeira oportunidade de trabalho”, completa ele.

Segundo ele, os principais objetivos foram atingidos: cahmar a sociedade para uma discussão e chamar a atenção das autoridades. Na festa, mais que democrática, o vereador Papinha; o vice-presidente da Fundação Municipal de Esportes Luiz Alberto, o Nenêm; a secrtária de trabalho e renda, Cecília Ribeiro Gomes; e representantes do Instituto Federal Fluminense e da fábrica de fraldas Bem Estar, que se instalou recentemente em Campos.

O evento começou às 12h, com apresentação de capoeira, além de discussões e debates. O vereador Papinha se comprometeu a marcar uma audiência pública na Câmara de Vereadores para tratar do assunto. “Quantos jovens estão nas ruas hoje e poderiam ter uma renda para ajudar as suas afamílias? Temos que ajudar esses jovens e sanar esses problemas, vamos livrá-los das drogas e de outras más influências”, completa o vereador, que acrescentou ainda que amanhã, representantes da União da Juventude Socialista vão se encontrar com ele para alinhavar os últimos detalhes e a discussão já será colocada em plenário ainda essa semana.

A UJS é a responsável pela osganização política da União Nacional dos Estudantes e da União Brasileira dos Estudantes. Um dos mais ilustres representantes da UJS é o ministro dos esportes Orlando Silva, ex-presidente nacional da UJS. De acordo com André Lacerda, presidente municipal da UJS, a idéia foi realizar um dia de programação voltada para os jovens. A discussão de políticas públicas voltadas para a inserção do jovem no mercado de trabalho funcionou melhor do que imaginavam e superou as expectativas. “Precisamos ingressar a mão-de-obra jovem formada nas escolas profissionalizantes e universidades no mercado de trabalho. Muitos acabam indo para outras cidades em busca de emprego. Nos últimos anos, perdemos vários talentos por falta de oportunidade”, lamentou André, ressaltando que a UJS defende a aprovação de uma lei municipal de incentivo ao primeiro emprego.

Na entrada do evento, um mural mostrava dezenas de materias de jornal onde jovens haviam sido assassinados por causa da proximidade com o tráfico. “Acho que não podemos mais aguentar esse tipo de coisa, não podemos assistir jovens morrendo todos os dias por causa do envolvimento com as drogas e com a criminalidade, é esse tipo de coisa que temos que ajudar a evitar”, complementa Marcos. Todos os detalhes sobre a União da Juventude Socialista e seus projetos podem ser encontrandos no site www.ujs.org.br. O manifesto e o estatuto da orhganização, até a identidade visual da UJS estão no disponíveis no site, além de notícias atualizadas sobre todas as ações da UJS pelo país.

A União da Juventude Socialista tem sua sede em São Paulo. Foi fundada em 22 de setembro de 1984, enquanto partidos políticos socialistas e comunistas ainda eram proibidos. Oficialmente a UJS não tem nenhuma filiação ou relação com partidos. É conhecida por possuir trabalho de base no Movimento Estudantil, e de ser a maior força política do mesmo. A UJS é organizada em núcleos, direções municipais, direções estaduais e a direção nacional. Esta entidade tem direção estadual organizada em todas as Unidades da Federação.

Valeu Cássio pelo apoio! A UJS Campos agradece!

Cine Jornalismo AIC



A AIC (Associação de Imprensa Campista) inicia hoje o rojeto Cine Jornalismo AIC, com a exibição de um filme sobre jornalismo e a presença de um jornalista para estimular um bate-papo sobre a profissão.

As exibições vão acontecer nos últimos sábados de cada mês, de março a novembro, sempre às 16h, na sede da associação (Rua Tenente Coronel Cardoso, 460, Centro).

As sessões se destinam a jornalistas, estudantes de jornalismo e a todos os interessados na profissão. A entrada é gratuita.28 de Março
Boa Noite e Boa Sorte (EUA, 2005)
Comentadora: Patrícia Daldegan

25 de Abril
Cidadão Kane (EUA, 1941)
Comentador: Ricardo André

30 de Maio
Todos os Homens do Presidente (EUA,1976)
Comentador: Orávio de Campos

27 de Junho
O Jornal (EUA, 1994)
Comentador: Álvaro Marcos

25 de Julho
O Informante (EUA, 1999)
Comentador: Vitor Menezes

29 de Agosto
Mera Coincidência (EUA, 1997)
Comentador: João Ventura

26 de Setembro
Sob Fogo Cerrado (EUA, 1983)
Comentador: Felipe Sáles

31 de Outubro
Em Defesa da Verdade (Inglaterra, 1985)
Comentador: Cássio Peixoto

28 de Novembro
Capote (EUA, 2005)
Comentador: Gerson Dudus

Parabéns Campos dos Goytacazes!

Eleições para a Assossiação de Moradores do Bairro da Lapa

Os moradores do Bairro da Lapa em Campos dos Goytacazes, terão a oportunidade de escolhes seus novos representantes na Assossiação de Moradores do Bairro.
O processo democrático de escolha dos novos representantes acontecerá através do voto direto e as eleições estão marcadas para o dia 04/04/2009(sábado), na Escola Estadual Visconde do Rio Branco, no horário de 13 às 18 horas.

"A importância do Bairro da Lapa, dentro do cenário municipal, nos motivou a lançar esta chapa e batalhar para que a nossa gestão atue junto ao governo na consolidação de projetos que desenvolvam o nosso bairro e proporcionem aos nossos jovens e adultos qualidade de vida, assim também como a melhoria na infra-estrtutura do bairro," destaca Leandro Henrique, vice-presidente da Chapa 01.

O blog convida aos moradores a participarem deste momento, pois a assossiação é o órgão representativo do bairro, propondo ao governo municipal e outras instâncias de poder, a formulação e o desenvolvimento de políticas públicas nas áreas de educação, saúde, saneamento, habitação, esporte, lazer, entretenimento, assim também como a ministração de cursos de capacitação profissional e geração de rendas.



Com humor a vida fica mais divertida! O esconderijo de Osama Bin Laden




Osama Bin Laden: Fabiano Seixas (Sepé)
Repórter: Rita (AAK-Lua)
Cinegrafista: Otávio Godoy (Gambit)
Ano: 2002
Equipamento: Câmera
Sony Mavica MVC-FD88

First Lego League

Acontecerá no Campus Campos Centro do IF-Fluminense no dia 18/04/2009, o First Lego League, um campeonato de robótica, organizado pela empresa LEGO, em parceria com a Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação, a Diretoria de Ensino e Gerência de Ensino Médio e Artes, e também do Grêmio Estudantil Nilo Peçanha.
A competição será contará com a participação dos alunos dos cursos de ensino médio e técnico do Campus Campos Centro e terá alunos do Curso de Engenharia e Controle de Automação como monitores que atuará junto com os instrutores da Lego Brasil durante o período de capacitação/treinamento dos alunos na programação dos rôbos, que acontecerá nos dias 16 e 17/04/2009.
Cada ano a Lego escolhe um tema para direcionar a competição e este ano o escolhido foi o clima, tendo em vista as discussões em nível internacional a respeito do aquecimento global.
"Democratizar o acesso ao jovem da periferia a ciência e tecnologia." É um dos objetivos do evento, comenta o Prof. Jefferson Manhães de Azevedo.

O que é o First Lego League?

A FIRST LEGO League (também conhecida por FLL) é um programa internacional sem fins lucrativos, para jovens com idades entre os 9-14 anos nos EUA e no Canadá, e 9-16 anos nos outros países.
A FLL é criada pela Fundação FIRST (For Inspiration and Recognition of Science and Technology) com ajuda da LEGO Group. A FLL estende o conceito da FIRST de inspirar e celebrar a ciência e a tecnologia para os jovens, utilizando contextos do mundo real. Cada ano o programa focaliza-se num tema diferente relacionado com as ciências, e a comunidade internacional. Cada desafio dentro da competição é ligado a esse tema.
A prova de robótica envolve utilizar princípios de engenharia para criar e programar um robô de um material desenvolvido pela MIT e o LEGO Group (MINDSTORMS).
O robô construído pelos os jovens terá que cumprir várias tarefas ligadas ao tema do ano. Os jovens trabalham para criar soluções relacionados com o tema desse ano. Durante o ano os jovens juntam-se para competir e partilhar o seu conhecimento e idéias. O FLL visa despertar nos jovens o entusiasmo pela descoberta, a ciência, a tecnologia e o empreendedorismo.



IF Fluminense faz “Relançamento do Centenário” e prepara Noite da Saudade

As inscrições para a “Noite da Saudade” do IF Fluminense estão abertas a partir da próxima quinta-feira, dia 2 de abril até o dia 12 do mesmo mês. A festa faz parte das comemorações do centenário da Rede Federal de Educação Tecnológica comemorado em setembro.

O objetivo é reunir os ex-alunos da Rede Federal desde a Escola de Aprendizes Artífices até o antigo CEFET Campos, numa noite de muita música, saudade e relembranças dos tempos de escola, no dia 25 de abril, às 20h, na sede da Instituição, em Campos.

Os interessados devem fazer a inscrição no Gabinete da Direção do IF Fluminense e se ainda tiver, levar xérox da carteirinha de estudante ou do diploma. Os convites são gratuitos para os ex-alunos, mas são limitados. De acordo com a organização do evento serão distribuídos 100 convites por década. Os acompanhantes devem comprar o convite no valor de R$20,00.

O Centenário da Rede Federal de Educação Tecnológica foi lançado em setembro do ano passado e desde então conta com uma vasta programação. Nesta próxima terça-feira, dia 31 de março, acontece o “Relançamento do Centenário”.


A programação do dia conta com apresentação musical, grafiteiros, esquetes, e uma gincana com sorteio de camisas do “Centenário” em um dia de integração com os alunos do IF Fluminense. O dia termina com um show marcado para às 21h, na Concha Acústica.


A primeira Escola de Aprendizes Artífices do Estado do Rio e a nona do Brasil – também já chamada de Escola Técnica Federal e CEFET Campos - chega ao ano do seu centenário com a denominação de Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense.


O IF Fluminense foi criado em dezembro do ano passado, junto com outros 37 Institutos em todo o país, incorporando seis unidades: campus Campos-Centro, Campos-Guarus, Itaperuna, Cabo Frio, Macaé e CTA Idelfonso Bastos Borges em Bom Jesus do Itabapoana.

Eu vou! Domingo da Juventude pelo Primeiro Emprego

Pronunciamento do Vereador Nelson Nahin na Câmara Municipal de Campos em 24/03/2009


video
Pronunciamento do Vereador Nelson Nahin no plenário da Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes-RJ, realizada no dia 24/03/2009, a respeito da indicação dos membros da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) que apura o desvio de recursos públicos na Empresa Campos-Luz.

Pronunciamento do Vereador Jorge Magal na Câmara Municipal de Campos em 24/03/2009


video

Pronunciamento do Vereador Jorge Magal no plenário da Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes-RJ, realizada no dia 24/03/2009, a respeito da indicação dos membros da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) que apura o desvio de recursos públicos na Empresa Campos-Luz.

Pronunciamento do Vereador Marcos Bacellar na Câmara Municipal de Campos em 24/03/2009

video

Pronunciamento do Vereador Marcos Bacellar no plenário da Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes-RJ, realizada no dia 24/03/2009, a respeito da indicação dos membros da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) que apura o desvio de recursos públicos na Empresa Campos-Luz.

Embate entre os vereadores Jorge Magal e Abdu Neme sobre o "Paradoxo de Moore"


video

Embate entre os vereadores Jorge Magal e Abdu Neme a respeito do Paradoxo de Moore (Não há contradição entre acreditar que P e afirmar que não-P. "Está chovendo mas eu não acredito que está" ).
Sessão da Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes, realizada em 24/03/2009 (terça-feira).

ESTATÍSTICAS DO DESEMPREGO ENTRE JOVENS

45,5% dos desempregados das seis maiores regiões metropolitanas do Brasil têm entre 16 e 24 anos.
(DIEESE, 2006)


Entre os jovens de 15 a 17 anos, 60,9% apenas estudam; 21,4% estudam e trabalham; e 7,7% somente trabalham. Os números se alteram quando se trata dos jovens de 18 a 24 anos: 30,4% dedicam- se integralmente aos estudos; 31,3% trabalham e estudam; e 26,9% são exclusivamente trabalhadores.
(IBGE, 2002)


Entre os jovens de 15 a 17 anos, 60,9% apenas estudam; 21,4% estudam e trabalham; e 7,7% somente trabalham. Os números se alteram quando se trata dos jovens de 18 a 24 anos: 30,4% dedicam- se integralmente aos estudos; 31,3% trabalham e estudam; e 26,9% são exclusivamente trabalhadores.
(IBGE, 2002)


Em nível mundial, a taxa de desemprego juvenil é de 13,5%, o que equivale a 85 milhões de pessoas entre 15 e 24 anos. Os jovens representam 44% do total de desempregados no mundo, apesar de serem apenas 25% das pessoas em idade para trabalhar.
(Organização Internacional do Trabalho, 2006)

UJS realizará dia de luta pelo primeiro emprego


Unir a reinvindicação de uma vaga no mercado de trabalho com um dia de atividades culturais, esportivas e recreativas. Com essa idéia, a União da Juventude Socialista (UJS) realiza no próximo dia 29, o Domingo da Juventude pelo Primeiro Emprego. O evento acontece no Clube Folha Seca à partir das 12h.

Um ato debatendo o primeiro emprego iniciará a programação do evento, que contará com a presença de diversas autoridades do município. Logo após, haverá uma roda de capoeira e um torneio de futebol society. A tarde de domingo inclui, ainda, uma confraternização entre os jovens e uma discoteca.

De acordo com André Lacerda, presidente municipal da UJS, a idéia é realizar um dia todo de programação voltada para os jovens e discutir políticas públicas voltadas para a inserção do jovem no mercado de trabalho.

"Precisamos ingressar a mão-de-obra jovem formada nas escolas profissionalizantes e universidades no mercado de trabalho. Muitos acabam indo para outras cidades em busca de emprego. Nos últimos anos, perdemos vários talentos por falta de oportunidade", lamentou André, ressaltando que a UJS defende a aprovação de uma lei municipal de incentivo ao primeiro emprego.

O jovem Magno Pessanha, 21 anos, desempregado, procura sem sucesso uma vaga de emprego há oito meses. Ele vê o evento como uma oportunidade de reivindicar um espaço para a juventude no mercado de trabalho.

"Muitas empresas exigem experiência profissional, mas como podemos ter experiência se ninguém nos dá oportunidade do primeiro emprego?", desabafou Magno, dizendo que esse é apenas um dos vários problemas enfrentados pelo jovem ao procurar um emprego.O Domingo da Juventude pelo Primeiro Emprego tem entrada franca. Qualquer pessoa pode participar, basta comparecer ao local no dia do evento. Maiores informações podem ser obtidas através do site www.ujscampos.org.

Eu vou: Domingo da Juventude pelo Primeiro Emprego | Dia 29/03 no Clube Folha Seca

Maiores informações através dos telefones: (22) 9937-0725 / 8121-4846

PRÓ-REITORES DO IF FLUMINENSE: Amaro Falquer

Amaro Falquer, 44 anos, é formado em Economia pela Universidade Cândido Mendes com especialização em Economia Empresarial e mestrando em Economia Empresarial, também pela Universidade Cândido Mendes. Trabalha no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense há 24 anos, foi Diretor de Administração e Planejamento e hoje ocupa o cargo de Pró-Reitor de Administração do IF Fluminense.

video

PRÓ-REITORES DO IF FLUMINENSE: Jefferson Azevedo


Jefferson Azevedo, 39 anos, é formado em Engenharia Elétrica Habilitação Sistemas e Computação pela UERJ, Mestre em Informática pela NCE / UFRJ e Doutorando em Informática pela COPPE / UFRJ. Em 2008 assumiu a vice-direção do, então, CEFET Campos e hoje ocupa o cargo de Pró-reitor de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense.


video

PRÓ-REITORES DO IF FLUMINENSE: Roberto Moraes

Roberto Moraes, 50 anos, é formado em Engenharia Elétrica pela Universidade de Santa Úrsula com especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho pela PUC do Rio de Janeiro e em Technnical Education Management Brazilian Administ pela Oklahoma State University. Mestre em Engenharia de Produção pela COPPE-UFRJ. Trabalha no IF Fluminense há 23 anos e foi Diretor Geral do, então, CEFET Campos, de 1994 a 2000. Ministra aulas na Instituição no curso de Segurança do Trabalho e ocupa o cargo de Pró-Reitor de Extensão.

video

PRÓ-REITORES DO IF FLUMINENSE: Romilda Suinka de Campos

Romilda Suinka de Campos, 49 anos, é formada em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Mato Grosso, Mestre em Planejamento Regional e Gestão de Cidades pela Universidade Cândido Mendes e Doutoranda na área de Educação pela UFRJ. Ingressou no CEFET do Mato Grosso em 1996 e foi transferida para o CEFET Campos em 2001. Atuou como Gerente de Ensino do Campus Cabo Frio e hoje ocupa o cargo de Pró-Reitora de Ensino do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense.

video

Café da manhã com a Reitora do IF-Fluminense


Mesmo não sendo jornalista por formação, o blogueiro confirma presença neste evento e deseja a Reitora, Prof. Cibele Daher, os Pró-Reitores e aos demais dirigentes sucesso nesta nova empreitada e que a consolidação do IF-Fluminense seja uma realidade vivenciada a cada novo amanhecer.

Seminário Agroambiental na UPEA

II Feira de Responsabilidade Social Empresarial Bacia de Campos

II Feira de Responsabilidade Social Empresarial Bacia de Campos
Local: Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho (Macaé Centro).
Data: 19, 20 e 21 de maio de 2009.
Horário: das 14h. às 21h.
Organização: Revista Visão Social e parceiros.

Tema: “Construindo Cidades Sustentáveis”.

Público alvo: Empresas, Poder Público, Universidades, Estudantes Universitários e de Ensino Médio, Organizações Não Governamentais, Entidades de Classe e outras instituições envolvidas em ações nas áreas de Responsabilidade Social Empresarial e Sustentabilidade.

Público estimado: 10.000 pessoas.

Programação:

1 - Feira de Exposições com estandes de Empresas, ONG´s, Prefeituras, Secretarias de Estado, Universidades, Instituições e etc, onde serão expostos projetos sócio-ambientais e culturais, materiais e equipamentos ecoeficientes e produtos artesanais.

2 -Apresentações artísticas e culturais de ONG´s e outras instituições da sociedade organizada.

3 – Fórum de palestras e debates, com os seguintes convidados já confirmados:

- Fábio Feldmann – Ambientalista, fundador da SOS Mata Atlântica e da Fundação Onda Azul, atua como conselheiro na The Nature Conservancy Brasil, na Amigos da Terra – Amazônia Brasileira, no Instituto Akatu e no Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getúlio Vargas.

- Rubem César Fernandes – Criador e diretor-executivo do Viva Rio, hoje a maior instituição da sociedade civil engajada no desarmamento e na campanha de uma cultura de não violência.

- Amélia Gonzalez – Jornalista, editora do "Razão Social", suplemento mensal de responsabilidade social empresarial (RSE) publicado pelo jornal O Globo na primeira segunda-feira de cada mês.

- José Wagner Fernandes - Presidente do Instituto de Hospitalidade e gestor do Comitê Brasileiro de Turismo da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Especialista em Turismo Sustentável.

- Cyro Barreto – Gerente da Petrobras, acompanhou o processo de implantação da Norma NBR 16001 em todas as unidades da UN-BC.

- Valdo Marques – Diretor do Laboratório de Meteorologia da Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF), expert em mudanças climáticas.

- Aristides Soffiati Neto – Professor, ecologista, fundador do Centro Norte Fluminense para a Conservação da Natureza (CNFCN), uma das entidades ambientalistas mais antigas do país.

- Mesa-redonda – Com participação de prefeitos da área de influência da Bacia de Campos, economistas, jornalistas e professores universitários, debaterá as possibilidades de se promover o desenvolvimento regional sustentável em meio à crise econômica global.

4 – Oficinas do Conhecimento – a) Oficina com apresentação das diretrizes do programa Jovem Aprendiz do governo federal para atendimento a lei de aprendizagem pelas empresas, que no ano de 2009 se consolida como uma forte exigência do governo;

b) Oficina para capacitação de ONG´s locais para aprimorar a gestão e buscar recursos para a sustentabilidade;

c) Oficina com Universidades, onde alunos e professores apresentarão projetos, e teses, nas áreas de Responsabilidade Social e Sustentabilidade. Os projetos apresentados serão entregues aos representantes dos municípios participantes e governo estadual, no último dia do evento.

5 - Sala de Projeção - Exibição de filmes educativos, alertando sobre os riscos das mudanças climáticas, e reportagens televisivas premiadas abordando questões ambientais nos municípios da região.

6 – Rodada de Negócios Sustentáveis – Espaço onde empresas ecoeficientes poderão comercializar seus produtos e/ou apresentar seus projetos.

7 – Gincana Social – Ação direcionada às empresas da região. Cada empresa participante terá uma equipe que, após definir uma instituição social de Macaé ou da região a ser beneficiada, cumprirá as tarefas designadas, incluindo arrecadação de alimentos não-perecíveis, vestuário e produtos de limpeza. Além disso, cada empresa deverá elaborar um projeto de Responsabilidade Social que torne a instituição contemplada auto-suficiente.

Encontro de Agricultura Familiar


O IF Fluminense, através da Unidade de Pesquisa e Extensão Agroambiental (UPEA) realiza neste domingo, dia 22 de março, o 1º Encontro de Agricultura Familiar de Saquarema Grande, em Venda Nova, interior de Campos. O encontro será realizado na propriedade de Chico Mota das 9h às 14h.

O objetivo do evento, segundo o diretor da UPEA, Vicente de Oliveira, é prestar diversos atendimentos aos agricultores daquela região. Serão oferecidos atendimentos na área da saúde, jurídica, orientações técnicas e cursos para o produtor.

O 1º Encontro de Agricultura Familiar está sendo realizado com a parceria da Fundação Amigos do Cavalo e a expectativa é de mobilizar e atender uma média de 400 pessoas de Saquarema Grande e áreas próximas.

Aborto é debatido em palestra na UFF Campos

Descriminalização do Aborto: direito das mulheres e questão de saúde pública. Com esse tema, foi realizado hoje no auditório da Universidade Federal Fluminense (UFF), uma palestra com a presença da deputada federal Cida Diogo (PT-RJ).

O evento reuniu cerca de 200 estudantes e encerrou a programação do projeto "Trote Cultural", realizado pela direção da UFF-Campos em parceria com o Diretório Acadêmico Conceição Muniz (DACOM). A palestra abordou o tema como uma questão de saúde pública que transcede o contra ou o favorável e debateu políticas públicas à serem adotadas.

"A maioria das mulheres acabam por colocar suas vidas em risco, realizando aborto em clínicas de fundo de quintal sem nenhuma estrutura. Enquanto isso, aquelas que tem condições financeiras, pagam médicos caríssimos para abortar. Trata-se de uma questão de saúde pública que merece atenção dos nossos governantes", opinou Lara Barreto, presidente do DACOM, grávida de 9 meses, que considera a descriminalização do aborto uma discussão importante.

Na ocasião, a deputada Cida Diogo recebeu um abaixo-assinado reivindicando a implantação de uma delegacia da mulher em Campos. A iniciativa foi da presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Margarida Estela Mendes.

"Vou apresentar essa demanda ao secretário estadual de segurança pública. Campos é uma cidade importante e com certeza necessita de uma delegacia específica para as questões da mulher, como já existe em outras cidades do Estado", comprometeu-se a deputada.


André Lacerda, Deputada Cida Diogo, Rafhael Victor, Lara Barreto e Fabiano Seixas

Deputada Cida Diogo e Assistente Social no ato da entrega do abaixo-assinado solicitando a implantação da Delegacia de Atendimento à Mulher em Campos dos Goytacazes


Lara Barreto, Professora Ana Maria, Deputada Cida Diogo, Assistente Social Margarida, Professor José Luiz e Professora Ana Maria

Deputada Cida Diogo e Professor José Luiz

O Remo em Campos


Por volta do ano de 1906, iniciou-se a prática do remo em Campos dos Goytacazes e em pouco tempo os três clubes da cidade caíram no gosto popular. O Clube de Natação e Regatas Campista, o mais antigo, foi fundado em 10 de junho de 1906, o Clube de Regatas Saldanha da Gama foi fundado em 21 de Outubro de 1906 com o nome de Sport Club Saldanha da Gama e o terceiro, Clube de Regatas Rio Branco, foi fundado em 24 de janeiro de 1919 com o nome de Sport Club Rio Branco.

No livro “Ídolos do Nosso Esporte – A História Esportiva de Campos”, escrito por Hélvio Santafé, encontramos a seguinte informação: Entre 1906 a 1932 as provas não eram oficiais e somente a partir de 1933 até o ano de 1969, as competições eram denominadas de “Prova Clássica Prefeitura Municipal de Campos” sendo as competições de remo em Campos realizadas nos meses de maio, agosto e outubro.

Por volta de 1970, o remo de Campos alcançou seu auge na cidade, contando com atletas de nível nacional e fazendo parte da Seleção Brasileira de Remo, com o apoio dos três clubes. Um atrela de destaque no Clube de Natação e Regatas Campista foi Laildo Ribeiro Machado que, remando pelo Flamengo, participou das olimpíadas de Moscou e Los Angeles, sendo medalhista de ouro em Jogos Pan-americanos.

Após a década de 80, a prática do remo em Campos começou a perder força devido à falta de patrocínio dos clubes. Este fato fez com que os melhores atletas da cidade migrassem para a capital, que possuía melhores recursos para a prática do esporte.

Em 1994, o Clube de Regatas Saldanha da Gama encerrou suas atividades no remo e no ano de 2002 o Clube de Regatas Rio Branco também fechou suas portas para o esporte, restando apenas o Clube de Natação e Regatas Campista. Por não mais haver a prática do remo na cidade, o Campista encerrou suas atividades da escolinha de remo, competindo apenas na categoria Máster com antigos atletas do clube.

O surgimento de um novo clube



Depois de uma década esquecido e com falta de apoio, o remo em Campos volta a ganhar força com o surgimento da Associação de Remo de Campos, fundada em 2004.

A Associação de Remo de Campos é uma ONG reconhecida como de utilidade pública, devidamente registrada nas esferas federal, estadual e municipal e filiada à Federação do Remo do Estado do Rio de Janeiro. O objetivo principal da instituição é a educação através do esporte. Daí surgiu o projeto Rema Campos, voltado para crianças e adolescentes que diariamente participam de atividades esportivas de atividades esportivas fora do horário escolar na sede da associação, que funciona na garagem de remo do Clube de Regatas Rio Branco, no centro de Campos.

O projeto começou com cinco crianças e hoje são cerca de 112. Graças ao empenho de Dimisson Nogueira, presidente e idealizador do projeto que manteve nestes cinco anos suas atividades com a ajuda dos “amigos do remo” (voluntários e pequenos empresários, que patrocinam viagens do grupo para competições e arcam com as despesas de manutenção dos barcos). Apesar da ajuda, as dificuldades em manter o projeto são muitas, pois a Associação não consta com o apoio das entidades governamentais. “Esperamos que em 2009 retomemos nosso apoio junto à prefeitura de Campos, para não só continuarmos com o projeto, mas amplia-lo. Nosso sonho é conquistar a sede própria”, diz Dimisson.

A retoma do Remo

Inspirado na Associação de Remo de Campos, o Campista retomou suas atividades em 2006, com uma turma pequena na escolinha, pois o clube não possuía nenhum apoio ou incentivo. Em 2007 com a ajuda da prefeitura, conseguimos aumentar o número de matriculados e hoje a escolinha do clube já conta com 14 alunos, com idade entre 8 e 16 anos.

“É muito importante para o Campista resgatar o remo, pois faz parte de nossa história. Fomos o primeiro clube de remo da cidade e o único a permanecer, mesmo que em condições precárias e com apenas uma equipe”, diz Sérgio Rosa, diretor de Remo do Campista.

Rosa ressalta que o clube formou muitos atletas que tiveram destaque no cenário nacional e internacional e que para o futuro espera, agora com a nova prefeitura da cidade, expandir a escolinha e quem sabe formar novos atletas e futuros campeões.

“O apoio que a Federação de Remo nos deu, foi fundamental para a reativação da nossa escolinha. O incentivo que precisávamos para nossa equipe de máster voltar a participar de regatas. Reativamos nossa filiação à FRERJ. Estamos confiantes que muito em breve Campos voltará a ser um pólo de destaque no remo nacional”, completa Rosa.

Festival de Remo

O Festival de Remo de Campos, que este ano terá a sua quinta edição, tornou um evento tradicional na cidade e já foi incluído no calendário da federação estadual de remo. A competição tem gerado grande expectativa entre os atletas e atraído um considerável número de pessoas nas regatas. O último Festival, realizado no ano passado, aconteceu no Rio Paraíba do Sul, largada próximo à ponte Barcelos Martins e chegada no cais da Lapa. Participaram da IV edição, que foi dividida em várias categorias, além das equipes campistas, clubes como Botafogo, Vasco, Guanabara, Loureiro e Piraquê, do Rio de Janeiro, o Clube de Regatas Álvares Cabral, de Vitória-ES e a Associação de Remo de Campos, que foi o clube vencedor no total geral.

Segundo o presidente da FEREJ, Alessandro Zelasco, o evento é muito importante pra revitalizar o esporte. “Vale ressaltar que Campos está no caminho certo para a revitalização do esporte do esporte e muito em breve voltará a formar atletas de peso”, diz Zelasco.

A próxima edição acontecerá n dia 02 de agosto, na Festa de São Salvador, padroeiro de Campos. A regata será realizada nas águas do Rio Paraíba do Sul que corta a cidade. “Nesta V edição esperamos contar novamente com a presença dos clubes do Rio de Janeiro que, com certeza, irão abrilhantar ainda mais a nossa competição”, diz Dimisson Nogueira que também é um dos idealizadores do Festival de Remo.

Programação da 2ª. Etapa do Projeto Trote Cultural da UFF Campos 2009

dia: 19/03 (5ª. feira)

17:30h – Abertura do Banco de Preservativos da UFF / Projeto Educação em DST-AIDS e Banco de Preservativos


19:30 h – Comemoração do Dia

Internacional da Mulher

Palestra com a Deputada Federal Cida Diogo / PT do RJ;

Tema: Descriminalização do Aborto: direito das mulheres e questão de saúde pública