FPSO Cidade IlhaBela

FPSO (Floating Production Storage Offloading Unit) é a sigla em inglês que identifica uma unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência de óleo.
Trata-se de um navio-plataforma com capacidade para separar o óleo do gás e da água durante o processo de produção, armazená-lo nos tanques de carga para, finalmente, transferi-lo para navios petroleiros, que serão os responsáveis pelo seu transporte.

Ancorado a 310 km da costa do Rio de Janeiro, em águas com profundidade de 2.140 m, o Cidade de Ilhabela será conectado a oito poços produtores e sete poços injetores.

A unidade terá capacidade de produzir até 150 mil barris de óleo por dia (bpd), comprimir até 6 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia e armazenar 1,6 milhão de barris de petróleo.
Além disso, sua capacidade de injeção será de 180 mil barris de água por dia. A previsão é que a plataforma entre em produção no quarto trimestre deste ano.

A área de Sapinhoá, orginalmente denominada Guará, está localizada no bloco exploratório BM-S-9, no Polo Pré-Sal da Bacia de Santos.

O contrato da FPSO Cidade de Ilhabela, da SBM, é de US$ 5,2 bilhões.

FPSO Cidade de Ilhabela
Cliente: Petrobras & Parceiros
Campo: Guará Norte
Capacidade 1.600.000 barris
Profundidade de água 2.140m
Primeiro óleo Q2 2014

O FPSO será detido por um joint venture entre a SBM Offshore e a Queiroz Galvão Óleo e Gás e será arrendado à Petrobras e parceiros por um período de 20 anos.















Nenhum comentário: