Após manifestação, eleição é marcada no IFF





Uma manifestação de estudantes marcou o dia de ontem no Instituto Federal Fluminense (IFF). Cerca de 200 estudantes exigiram a convocação de eleições para diretor dos campus Campos e Macaé e entoaram diversas palavras de ordem, como "Tô procurando democracia, quem encontrar devolver na Reitoria".

A atividade foi convocada por entidades estudantis de vários campus do IFF, pela Federação dos Estudantes de Campos (FEC) e Sindicato Nacional dos Servidores Federais (Sinasefe). Além de reivindicarem o início das eleições, o manifestantes também cobraram explicações da Reitora sobre o repasse de mais de R$5 mil para uma estudante candidata ao Conselho Superior, às vésperas da eleição, no ano passado.

Após a manifestação, uma comissão foi formada e se reuniu com representantes da Reitoria. A Reitora, Cibele Daher, taxou a manifestação de desnecessária e se limitou a dizer, em nota, tratar de um ato político eleitoral. Sobre a denúncia do repasse feito à candidata ao Conselho Superior, o Pró-Reitor de Desenvolvimento Institucional, Roberto Moraes, disse não saber onde foi aplicado o recurso, mas prometeu entregar aos estudantes uma prestação de contas detalhando os gastos.

Para o presidente da FEC e estudante do IFF, Maycon Prado, a manifestação foi legítima e o objetivo foi pressionar o Conselho Superior para convocar as eleições. Maycon declarou, ainda, que o movimento iniciado em março do ano passado é vitorioso por ter mobilizado toda a comunidade acadêmica em defesa da instituição. Para ele, a declaração da Reitora condenando a manifestação é mais uma prova de que a democracia não é prioridade para a atual gestão.

"Realmente a manifestação era desnecessária, bastava só a Reitoria ter convocado eleições. Estamos há mais de um ano cobrando o início do processo eleitoral e isso parecia não ser prioridade para a Reitoria. Só o que queremos é poder escolher nosso diretor pelo voto e não pela caneta da Reitora", disse Maycon, ressaltando que ao invés de tentar deslegitimar o movimento, a Reitora deveria ter dado explicações aos estudantes sobre os problemas da instituição e sobre as denúncias surgidas.

Logo após a manifestação, o Conselho Superior do IFF se reuniu e decidiu convocar as eleições de diretor para o dia 30 de março no campus Campos e para o dia 31 de março no campus Macaé. Todo o processo será conduzido por uma Comissão Eleitoral, que será eleita pela comunidade acadêmica no dia 13 de março. Os novos diretores serão escolhidos por votação em turno único.

4 comentários:

Anônimo disse...

Muito legal, Sepé!
Foi realmente muito bom, podemos provar aos alunos que a reitoria faz descaso total aos alunos.
Ja entreguei sua barraca, heim!
Beijos, Fran!

Rosângela, uma das danielas timóteas disse...

Fabiano, estou trazendo aqui o mais novo bloguinho da Cidade de Campos

Rosângela, uma das danielas timóteas disse...

Tá aqui:
http://acridoce-oil.blogspot.com/

Anônimo disse...

Lamentável a atitude da Reitoria perante a manifestação. Chegou ao ponto de colocar os seguranças do IFF a paisana para ameaçar os estudantes!!! Sra. Cibele, estudante não é bandido...