O Comitê popular de Erradicação do Trabalho escravo/NF foi indicado para receber a medalha Chico Mendes reconhecida pelo Grupo Tortura Nunca Mais.

O Comitê Popular de Erradicação do Trabalho Escravo no Norte Fluminense-RJ, que é composto pelas entidades: Associação de Docentes da Universidade Estadual do Norte Fluminense (ADUENF), Instituto de Ciências da Sociedade e Desenvolvimento Regional - UFF, Sindicato dos Profissionais da Educação/RJ (SEPE), SINDIPETRO, Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Campos (STRC), Comissão Pastoral da Terra (CPT), Conselho Regional de Serviço Social/RJ (CRESS), Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Sindicato dos Comerciários, Padres Redentoristas, Diretório Acadêmico CEFET/Campos, Diretório Acadêmico UENF, Diretório Acadêmico UFF, SINASEFE, SINTUPERJ, Ciep Álvares Cabral, Centro de Defesa dos Direitos Humanos/Campos, STAECON, Centro Acadêmico da Agronomia da UENF e Sindicato dos Bancários, vai receber a Medalha Chico Mendes na OAB/RJ no dia 01/04. Carta Convite do Grupo Tortura Nunca Mais! Rio de Janeiro, 23 de março de 2011. O Grupo Tortura Nunca Mais/RJ criou em 1989 a Medalha Chico Mendes de Resistência para homenagear pessoas e entidades que têm se destacado nas lutas de resistência em nosso país e no cenário latino-americano. Há 23 anos a Medalha Chico Mendes de Resistência acontece em 31 de março ou 1º de abril no sentido de marcar para a sociedade em geral o que foi o golpe civil-militar de 1964 e seus inúmeros efeitos que se fazem sentir ainda hoje. Assim, no dia 1º de abril de 2011, na Câmara, 150, 9º andar, Castelo, Rio de Janeiro, estaremos realizando a solenidade de entrega da 23ª Medalha Chico Mendes de Resistência e temos a imensa satisfação de convidá-lo(a) para receber uma das Medalhas na categoria Violência Urbana. Este ano os homenageados escolhidos pelo GTNM/RJ, em conjunto com outras entidades: Centro de Atendimento a Vítimas de Violência (CEAV) – Centro de Defesa dos Direitos Humanos de Petrópolis, Centro pela Justiça e pelo Direito Internacional (CEJIL), Comissão de Direitos Humanos do Conselho Regional de Psicologia/RJ, Comissão de Direitos Humanos da OAB/RJ, Comitê Chico Mendes, Justiça Global, Partido Comunista Brasileiro (PCB), Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), Rede de Movimentos Contra Violência, Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), são: 1) Áurea Elisa Valadão (in memorian). 2) Lúcio Petit da Silva (in memorian). 3) CEJIL – Centro pela Justiça e pelo Direito Internacional 4) Miguel Pressburger (in memorian) 5) Juan Roger Rodríguez 6) Ana Montenegro (in memorian) 7) Austregésilo Carrano (in memorian) 8) Alexandre Anderson Souza – Grupo Homens do Mar 9) Familiares de Jovenildo dos Santos, assassinado no Morro da Coroa. 10) Comitê Popular de Combate e Erradicação do Trabalho Escravo e Degradante no Norte e Noroeste Fluminense. A entrega das medalhas será realizada no dia 1º de abril de 2011, na Ordem dos Advogados do Brasil – OAB/RJ - Av. Marechal Câmara, 150, 9º andar, Castelo, Rio de Janeiro , às 18:00 horas. Cordialmente, Cecília Maria Bouças Coimbra Presidente do Grupo Tortura Nunca Mais/RJ

Nenhum comentário: