Chamada pública seleciona centros de certificação profissional

[Professor Luiz Augusto participando da cerimônia de inauguração da Uned-Guarus do antigo CEFET, foto de Adilson dos Santos]


Até o dia 2 de maio, as instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica devem encaminhar propostas para a criação de centros da rede Certific.


O programa certificará trabalhadores que, apesar de dominar o ofício, não possuem diploma ou qualquer outro documento que comprove sua empregabilidade.

“É uma iniciativa que vai ao encontro do trabalhador informal no país”, destacou Luiz Augusto Caldas, diretor de formulações de políticas de educação profissional do MEC.

Na primeira fase do programa, serão beneficiados trabalhadores das áreas de pesca e aquicultura, turismo e hospitalidade, construção civil, eletroeletrônica e música.


Os interessados devem comprovar tanto a escolarização formal quanto a capacitação profissional. Para tanto, serão aplicados testes de excelência. Em caso de deficiências técnicas, a própria escola qualificará o trabalhador e nos de defasagem escolar, ele será encaminhado a uma escola de educação básica. Depois, receberá o diploma.

A partir do dia 17 de maio, será divulgada a lista de instituições que obtiveram a seleção de projetos. Acesse aqui outras informações.


Fonte: SETEC/MEC



Clique nos links abaixo e faça o download dos artigos do Professor Luiz Augusto Caldas Pereira sobre as ações de formulação, desenvolvimento e execução de políticas na educação profissional e tecnológica, publicados no Portal do MEC:







Um comentário:

Rafhael Fernandez disse...

Luis Augusto vem aí, olê olê olá!