Tang Lang Dang Che - O gafanhoto e a caroça


Um gafanhoto, orgulhoso de sua força, passava o dia admirando seus braços, longos e resistentes. Ao comparar-se as outras espécies que o rodeavam, sentia-se muito poderoso, imaginando que nenhuma outra poderia igualá-lo.

Um dia, acreditando-se invencível, tentou deter com seus braços uma carroça que passava pelo caminho. A carroça passou por cima dele sem nota-lo.

“Deveria ter avaliado objetivamente minha própria capacidade antes de enfrentar cegamente este desafio”, conseguiu refletir o gafanhoto antes de emitir seu último suspiro.

Tentar ser o número um e tentar fazer as coisas com eficiência são duas coisas diferentes.
Alfie Kohn          
                                                                                                                             
L´ABBATE, Analia. A estratégia do dragão. Cotia, SP: Vegara & Ribas Editoras, 207.pág. 23                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                  

Nenhum comentário: