Macaé: Prominp oferece 1.414 vagas em cursos gratuitos para o setor de Petróleo e Gás



Começaram, nesta terça-feira (17) e vão até 12 de setembro, as inscrições para o processo de seleção pública que o Prominp (Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural) vai realizar para qualificar mão de obra para atender as próximas demandas da indústria nacional de petróleo e gás, especialmente as da Petrobras. Serão oferecidas 27.915 vagas em 13 estados, das quais 6.874 no Rio de Janeiro, para cursos gratuitos em categorias profissionais de níveis básico, médio, técnico e superior. O processo será executado pela Fundação Cesgranrio.

No Rio de Janeiro, as vagas serão distribuídas por sete municípios, conforme você lê no mapa. Em todo o país, as 27.915 vagas estarão assim distribuídas: 20.601 para cursos gratuitos de nível básico; 5.188 para os de nível médio; 1.286 para o nível técnico e 840 para as categorias de nível superior. Nos níveis médio e superior, há oferta de vagas para portadores de necessidades especiais em algumas categorias específicas.

As taxas de inscrição variam de acordo com a escolaridade exigida para cada curso. No nível básico, a inscrição custará R$ 24,00. Nos níveis médio e técnico, R$ 40,00. Para as categorias de nível superior, o valor será de R$ 60,00.

Para concorrer a uma das vagas oferecidas, o candidato deve ter idade igual ou superior a 18 anos, além de preencher os pré-requisitos do curso desejado. As inscrições podem ser feitas através do site do Prominp (www.prominp.com.br), ou nos postos de inscrição credenciados, listados no edital. Outros postos serão criados no decorrer do período de inscrições e divulgados no site do Programa e grande imprensa.

Existe a possibilidade de isenção da taxa de inscrição para candidatos que possuírem o Número de Identificação Social – NIS e declararem que não possuem recursos financeiros para pagamento do valor. Para fazer jus à isenção total da taxa, os candidatos devem atender às condições listadas no edital e encaminhar a solicitação até 24 de agosto, pelo site do Prominp.
Também serão oferecidas vagas para os estados do Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Sergipe e São Paulo.

Os candidatos aprovados que estiverem desempregados durante o curso receberão uma bolsa auxílio mensal no valor de R$ 300,00 (cursos de nível básico), R$ 600,00 (níveis médio e técnico) e R$ 900,00 (nível superior).

A participação nos cursos não garante emprego aos alunos. O objetivo é melhorar a qualificação dos profissionais que serão, eventualmente, aproveitados pelas empresas privadas fornecedoras de bens e serviços do setor de petróleo e gás natural.
Todas as informações sobre os cursos oferecidos nesta etapa de seleção podem ser obtidas no edital, disponível para consulta e download, no site da Cesgranrio (
http://www.cesgranrio.org.br/).

Vagas para os cursos do Prominp em Macaé:

Educação Básica


AJUDANTE DE COZINHA 32 vagas
CALDEIREIRO 60 vagas
CALDEIREIRO OFFSHORE 30 vagas
MECÂNICO AJUSTADOR 40 vagas
MECÂNICO MONTADOR 40 vagas
MONTADOR DE ANDAIME 80 vagas
PINTOR 48 vagas
SALONEIRO 20 vagas
Total 350 vagas

Ensino Médio


ASSISTENTE DE LOGÍSTICA 40 vagas
COZINHEIRO 32 vagas
INSTRUMENTISTA REPARADOR 21 vagas
PLATAFORMISTA DE SONDAS 240 vagas
PROFISSIONAL DE SUPRIMENTO 60 vagas
Total 393 vagas

Ensino Técnico


ELETRICISTA DE MANUTENÇÃO 40 vagas
PROJETISTA DE ESTRUTURAS METÁLICAS 57 vagas
PROJETISTA DE INSTRUMENTAÇÃO/ AUTOMAÇÃO 60 vagas
PROJETISTA DE TUBULAÇÃO 67 vagas
PROJETISTA ELETRICISTA 80 vagas
TÉCNICO AMBIENTAL 48 vagas
TÉCNICO EM PLANEJAMENTO OFFSHORE 79 vagas
TÉCNICO MECÂNICO 32 vagas
TÉCNICO QUÍMICO 64 vagas
TÉCNICO SEGURANÇA DO TRABALHO 32 vagas
TURBOMÁQUINA COM ÊNFASE EM INSTRUMENTAÇÃO 64 vagas
TURBOMÁQUINA COM ÊNFASE EM MECÂNICA 48 vagas
Total 671 vagas

Fonte: Portal de Notícias
Campos24horas

2 comentários:

Anônimo disse...

O QUE HOUVE QUE NÃO SE FALA MAIS NADA SOBRE OS CONCURSADOS DA EDUCAÇÃO DE 2008, FOI UMA LUTA JÁ DERROTADA E NOS CONCURSADOS AINDA NÃO FOMOS IMFORMADOS SOBRE A DERROTA?????

Anônimo disse...

Sugiro aos interessados e, esclareço desde já que,devem procurar o sindicato da categoria...não adianta deixar recado em blog sem ação política!Você etá certo em reclamar e, errado em não buscar soluções...