Campistas recebem Medalha em reconhecimento das ações em prol da educação profissional

O campista Nilo Peçanha, presidente do Brasil no período de julho de 1909 e novembro de 1910

Através de release enviado ao blog pela Assessoria de Comunicação da Secretária de Educação Profissional e Tecnológica do MEC, tomamos conhecimento que ex-dirigentes da Antiga Escola Técnica Federal de Campos e Centro Federal de Educação Tecnológica de Campos, assim também como um dos seus conselheiros receberão a Medalha Nilo Peçanha, em pelas ações desenvolvidas em prol da educação profissional e tecnológica em nosso pais.

Dentre uma seleta listagem que figuram ministros de estados, presidente da República, encontramos os nomes de Celso de Oliveira Araújo (Conselheiro), Luciano D'Angelo Carneiro (ex-diretor da ETFC), Luiz Augusto Caldas Pereira (ex-diretor CEFET-Campos) e Roberto Moraes Pessanha (ex-diretor ETFC e CEFET Campos);

Segue abaixo a íntegra do release:

Criada para premiar cidadãos e entidades que contribuíram para o desenvolvimento da educação profissional e tecnológica brasileira, a medalha Nilo Peçanha será entregue a 98 pessoas e instituições na próxima quarta-feira, 15, durante cerimônia que acontecerá em Brasília. Entre os agraciados encontram-se políticos, professores, reitores e ex-reitores, diretores de escolas, filósofos, além de entidades que apoiam e fomentam o ensino profissional.

A entrega da medalha encerra as comemorações do centenário da rede federal de educação profissional e tecnológica neste ano que, dentre outras ações, contou com a realização dos Jogos Brasileiros das Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica, em maio, e do Fórum Mundial de Educação Profissional e Tecnológica, em novembro de 2009.

“A educação profissional brasileira vive o melhor momento de sua história. A medalha vem coroar estas pessoas que, de alguma maneira, contribuíram - e muitos continuam contribuindo - com esta modalidade de ensino”, destacou Eliezer Pacheco, secretário de educação profissional do Ministério da Educação.

História - Nilo Peçanha governou o Brasil entre julho de 1909 e novembro de 1910. Neste período, assinou o decreto n° 7.566, que criou 19 escolas de aprendizes artífices, o embrião da educação profissional nacional. Hoje, o país conta com 342 escolas federais que oferecem, de forma gratuita, cursos de formação técnica e tecnológica em todos os estados e no Distrito Federal.

Nenhum comentário: