Manifesto dos partidos de oposição ao governo municipal em Campos-RJ


Do blog da Vereadora Odisséia Carvalho:





"O grupo de 13 partidos políticos de Campos que formam o bloco de oposição ao governo se reuniu hoje pela manhã no Sindicato dos Eletricitários. Foram discutidas a elaboração de um manifesto, que pontua deficiências da administração pública municipal e a votação das contas do ex-prefeito Alexandre Mocaiber e de seu então vice, Roberto Henriques, referente ao exercício de 2008."


Abaixo a cópia do manifesto.



Transcrição do blog:


Nós dirigentes partidários, signatários deste manifesto, comunicamos ao povo de Campos dos Goytacazes que, em face da instabilidade institucional do Município, provocada por práticas políticas condenáveis dos governantes de plantão, nos últimos anos, com prejuízos de toda ordem, sobretudo, econômica e social, atuaremos de forma orgânica e conjuntamente na defesa intransigente da população, preservando nossas diferenças programáticas, mas superando-as em nome do interesse coletivo.

Nos afirmaremos Frente Democrática, uma instância do Poder Popular Marcaremos posição, especialmente, no movimento comunitário e através da bancada de vereadores dos nossos partidos, na Câmara Municipal de Campos, Poder soberano ao qual compete a fiscalização rigorosa dos atos do Executivo.

Campos vive no momento, uma aguda crise institucional, com intervalos cada vez mais curtos de estabilidade, além da ameaça que paira sobre todos nós de confisco dos royalties do petróleo, o que, se consumado, pode representar a falência total do Município, com maior sacrifício para asa camadas mais pobres da sociedade, hoje, em parte amparadas por frágeis programas sociais.

Esse cenário compromete o curso da história desse Município, que, ao longo do tempo, tem se notabilizado como vanguardista e altaneiro.

Não é mais possível que a sociedade assista, passivamente, o Poder Público, no exercício de suas atribuições constitucionais, comportar-se de forma partidária e personalista.

Podemos asseverar que não nos move sentimento subalternos de vingança ou oposição sistemática, mas, o compromisso inegociável de busca por um Estado democrático, moderno, justo capaz, de atender aos anseios de um Município que está imobilizado pela ausência de políticas públicas que atendam as necessidades da população. Sabemos que o presente e o futuro de Campos dos Goytacazes podem e devem ser grandiosos e lutaremos para que esse sonho e torne realidade.

Campos dos Goytacazes, 20 de Dezembro de 2010.

Nenhum comentário: