Ação conjunta da Polícia Federal, Receita Federal e Ministério Público Federal, apreende mercadorias em Campos

[foto: Fabiano Seixas - imagem captura com celular Molorola EM35]


Uma mega operação conjunta da Polícia Federal, Receita Federal e Ministério Público Federal, está sendo realizada deste às 6 horas da manhã desta quinta-feira no no Shopping Popular Michel Haddad em Campos dos Goytacazes, onde se concentram os vendedores de mercadorias importadas (camelôs).
A operação tem por finalidade o combate a pirataria e o comércio de produtos contrabandeados e a sonegação de impostos.fafabiano seixas - imagecel ccapturada pelo celular morolo
Segundo informações apuradas no local, a operação será finalizada quando as cerca de 500 bancas forem abertas.
A ação conta com o apoio de 2 soldados do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro, que utilizam grandes alicates de corte para quebrar os cadeados das bancas para que os agentes façam o recolhimento das mercadorias.
Devido ao fato de muitas bancas serem fechadas com porta de aço, autos de notificação estão sendo afixados, solicitando o comparecimento dos proprietários a sede da Polícia Federal, localizada na Avenida Brasil, no Rio de Janeiro, local para onde também serão transportadas as mercadorias apreendidas.
Foi dado o prazo de 24 horas que os proprietários que possuam mercadorias legalizadas e que apreendidas para comparecem a sede da PF munidos de Nota Fiscal e documentação comprobatória da compra para retirada do material.

Trânsito:

O trânsito está fechado para o tráfego de veículos da Rua Barão do Amazonas do Vigário João Carlos até a Avenida Formosa, no trecho da Rua João Pessoa com Lacerda Sobrinho, e rua Formosa do Mercado até a rua Lacerda Sobrinho.

Números da operação:

• 1 viatura do Corpo de Bombeiros Militar
• 3 ônibus utilizados no transporte do Polícias Federais e Agente da Receita Federal do Rio de Janeiro para Campos.
• 3 viaturas do Ministério Público Federal.
• 15 caminhões tipo baú
• 20 viaturas da Polícia Federal
• 2 vans da Receita Federal
• 200 agentes da Polícia Federal e Receita Federal

Nenhum comentário: