Agenda Cultural, anotaí:CORAL REVIVE RAUL SEIXAS NO TRIANON


O coral da Faculdade de Direito de Campos, apresenta o espetáculo musical "Sociedade Ambulante S/A" pela primeira vez no Teatro Municipal Trianon. A apresentação está marcada para hoje, à partir das 20h30min. A entrada custa R$ 10,00 e inteira e R$ 5,00 meia para estudantes, professores e idosos.

"Sociedade Ambulante" é uma apresentação marcada apenas por composições do ídolo do rock Raul Seixas. O espetáculo teve sua primeira apresentação em 2009, ano em que completou 20 anos de morte do cantor. O grupo já apresentou o espetáculo em fevereiro desse ano no Consulado da França, na sede da Aliança Francesa, no Rio de Janeiro. Ainda este ano o grupo foi selecionado para representar Campos no I Festival Nacional de Teatro Aberto. "Foi uma experiência muito interessante, tivemos que nos adaptar aum novo espaço a uma nova realida fora dos palcos. O grupo sai bem satisfeito com o resultado, porque críticos da cidade chegaram a considerar a apresentação como uma das melhores do festifal", ressalta o regente Jardel Maia.

Segundo Jardel Maia, "Sociedade Ambulante S/A" foi produzido tentando imaginar o que se passava na cabeça de Raul Seixas. "São as viagens, contestações e as paixões do astro que buscamos mostrar no espetáculo. Tudo isso de uma forma poética, juntando música, textos e figurinos", destaca. Ainda, para a concepção do espetáculo, foi utilizada uma leitura da carta astrológica do Raul Seixas, para dar um ar mais místico ao espetáculo e tentar chegar mais perto das questões psicológicas do cantor".

O coral da FDC é um grupo marcado pela forma diferente de apresentar as músicas, "nós tentamos sempre realizar espetáculo com um ar de musical, buscamos fugir do formato tradicional. Adotamos uma linha contemporânea na composição de cenas. Isso desperta nas pessoas o interesse pela cultura musical", afirma Jardel.

Este é o quarto espetáculo do coral nesse formato. O primeiro falou sobre o movimento musical da década de 80, depois o grupo cantou os 60 anos da Bossa Nova. Já no ano seguinte, o coro apresentou a evolução da música após a Bossa, cantando sucessos dos Festivais da Canção, da Tropicália e por fim a Jovem Guarda.


[texto e imagem: Ascom/Coral FDC]

Nenhum comentário: