Palmares 1999




A cultura e o folclore são meus

Mas os livros foi você quem escreveu

Quem garante que palmares se entregou

Quem garante que Zumbi você matou

Perseguidos sem direitos nem escolas

Como podiam registrar as suas glórias

Nossa memória foi contada por vocês

E é julgada verdadeira como a própria lei

Por isso temos registrados em toda história

Uma mísera parte de nossas vitórias

É por isso que não temos sopa na colher

E sim anjinhos pra dizer que o lado mal é o candomblé

A energia vem do coração

E a alma não se entrega não

A energia vem do coração

E a alma não se entrega não

A influência dos homens bons deixou a todos ver

Que omissão total ou não

Deixa os seus valores longe de você

Então despreza a flor zulu

Sonha em ser pop na zona sul

Por favor não entenda assim

Procure o seu valor ou será o seu fim

Por isso corre pelo mundo sem jamais se encontrar

Procura as vias do passado no espelho mas não vê

E apesar de ter criado o toque do agogô

Fica de fora dos cordões do carnaval de salvador

A energia vem do coração

E a alma não se entrega não

A energia vem do coração

E a alma não se entrega não

Nenhum comentário: