Mais de 13 mil vagas para trabalhar nas eleições

Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação, a Probank vai selecionar, em todo o país, mais de 13 mil pessoas para trabalhar nas eleições deste ano. No Estado do Rio, serão recrutadas 719 pessoas. Os selecionados vão trabalhar, em regime de prestação de serviços, de agosto até 15 dias após o término do pleito. Se houver segundo turno, o trabalho vai um pouco mais além. Os salários são a partir de R$ 666,40. O trabalho será feito nos cartórios eleitorais e nos locais de votação em todos os municípios brasileiros.

Filiados a partidos políticos ou parentes de candidatos a um cargo político ou de profissionais da Justiça Eleitoral não poderão se inscrever para essas oportunidades. Para se candidatar, é preciso ter concluído — ou estar cursando o último ano — do ensino médio, além de ter experiência mínima de três meses em microinformática, com conhecimento em operação e/ou instalação de aplicativos em ambiente padrão Microsoft Windows.

São três cargos: técnico de urna, técnico de comunicação via satélite e técnico de polo. Mas quem se interessar terá se inscrever apenas para o técnico de urna. De acordo com seu perfil, o candidato poderá ser encaminhado para as vagas dos demais cargos.

As inscrições devem ser feitas imediatamente no site www.probank.com.br. Um requisito importante para ter a inscrição validada é ter uma caderneta de poupança no Bradesco ou no Banco Postal, por onde os pagamentos dos contratados serão efetuados.

MAIS INFORMAÇÕES:

Inscrição - Acesse o site www.probank.com.br e clique no link “Ficha de inscrição”. É preciso ter o número do CPF em mãos.
Cargos - O cargo para o qual todos deverão se inscrever é o de técnico de urnas, que tem remuneração mensal de R$ 666,40 (salário de R$ 560, mais R$ 106,40 de horas extras e descanso semanal remunerado, incluídas as horas extras do dia da eleição). Quem tiver o perfil para as outras duas funções será encaminhado para as vagas. O técnico via satélite tem remuneração de R$ 796,05. A do técnico de polo é de R$ 904,39. Todos terão carteira de trabalho assinada. Por dia, todos os funcionários receberão R$ 6,50 como vale alimentação, seguro de vida e vale-transporte.

Exigências - Experiência mínima de três meses em microinformática, com conhecimento em operação e/ou instalação de aplicativos em ambiente Windows. Esse tempo poderá ser comprovado por meio de declaração (autenticada em cartório) emitida por pessoa jurídica — constando obrigatoriamente do documento o CNPJ e a descrição das atividades desenvolvidas — ou por meio de cópia da página da carteira de trabalho (autenticada em cartório), da qual conste o registro de desempenho de atividade ligada à área de informática. Também poderá ser suprida por declaração do cartório eleitoral ou anotação na carteira de trabalho que comprove a atuação do profissional em, pelo menos, uma eleição na função de técnico de urna ou técnico de comunicação via satélite.

FONTE: Jornal Extra

Nenhum comentário: