Reencontro na hora certa

Ao lado de Somália, Caio festeja seu primeiro gol no Brasileiro (AGIF / Reprodução Proibida)

Caio volta a marcar, dedica à mãe e é elogiado por Joel Santana


Aplicação, união, garra e qualidade são ingredientes necessários na fórmula de um time que deseja Talismã no Campeonato Carioca, Caio entrava e resolvia os jogos, com gols decisivos. De lá para cá, no entanto, marcou apenas nos amistosos contra Coritiba e Corumbaense. O reencontro com as redes veio quando o Botafogo mais precisava: em um até então amarrado jogo contra o Atlético-GO. Justamente quando o atacante tem novamente a companhia da mãe Nelma, que morava nos Estados Unidos."Ela me trouxe sorte. Na primeira vez que veio, fiz o gol. Espero que possa entrar e fazer mais um no próximo jogo", disse o atacante.





Quem ficou ainda mais satisfeito foi Joel Santana. Responsável por apostar em Caio desde o início da temporada, o treinador destacou a importância do jogador, que foi improvisado na ala direita, depois na esquerda, e correspondeu."Futebol é assim. Você tem que saber conviver com o bom e o mau momento. Não pode se empolgar demais nem achar que o mundo acabou. Tive uma conversa rápida com ele, que é um rapaz muito inteligente. Não vinha sendo aquele garoto de antes. Hoje ele mesmo se surpreendeu. Entrou e fez o gol. É um rapaz promissor, vai ter um belo futuro. Sabe marcar e sabe chegar no gol. Vai ser um dos nossos grandes jogadores, tem potencial para isso", elogiou Joel.

Nenhum comentário: