Estudantes reivindicam impeachment do reitor da UNEMAT


Movimento denominado "Fora Taisir" exige o impeachment do reitor


No último dia 28 de maio, deputados aprovaram, por unanimidade, o requerimento de autoria do deputado Alexandre César que denuncia o reitor da UNEMAT (Universidade do Estado de Mato Grosso), Taisir Mahmudo Karim, por prática de crime de responsabilidade. O movimento encabeçado por estudantes "Fora Taisir" exige o impeachment do reitor, por possível deflagração baseada na Lei nº 1.079/50 e no artigo 28 da Constituição Estadual.
Estudantes de vários campi da instituição acompanharam a sessão. Nos próximos dias a Assembléia deve instituir uma comissão especial de averiguação que definirá os procedimentos a serem adotados.
"É inconcebível que uma pessoa possa estar correta quando a comunidade acadêmica é contra, parte do governo também e a maioria da assembléia. Será que ele está certo e estamos errados?", questionou o deputado Dilceu Dal Bosco.
A comunidade acadêmica comemora o resultado. "É uma vitória. Estamos traçando algumas estratégias que devem ser adotadas a partir de agora. Na terça-feira já definimos uma paralisação em todos os campi", declarou, a presidente do Diretório Central dos Estudantes, Graciele Marques. Estudantes deflagraram, no último dia 18, paralisação estudantil e as aulas estão suspensas.
O artigo 28 da Constituição Estadual prevê que "A Mesa da Assembléia Legislativa poderá encaminhar pedidos escritos de informação aos ocupantes de cargos enumerados nos incisos do artigo anterior, importando crime de responsabilidade a recusa ou o não atendimento no prazo de 30 dias, bem como a prestação de informações falsas".
Segundo o movimento "Fora Taisir", na sessão do dia 27 não houve quórum para votar o requerimento devido manobras políticas. Em reunião no dia 28, a comissão que deflagrou o movimento, também aprovou em consenso geral que a Profª. Maria Ivonete (Sinop) segue com representantes dos estudantes para Cáceres, onde se encontrarão com outras representações, tencionando mobilizar a comunidade acadêmica local.
Da Redação Fonte: Portal Só Notícias

Um comentário:

Anônimo disse...

che guevara era um assassino. Matava gente sonhando com uma utopia. Criava infernos no presente sonhando com o paraíso futuro. Um escroto