Mais um jovem assassinado em Campos dos Goytacazes


Fotos: Fabiano Seixas

Acabo de chegar a minha casa, após enfrentar um engarrafamento na Avenida 28 de março, uma das principais de Campos dos Goytacazes e o resultado do trânsito lento era que um corpo de um jovem estava ali no chão, coberto por um pedaço de plástico preto, numa área isolada pela Polícia Militar, e a sua volta uma grande multidão a comentar perplexa sobre a onda de violência que toma conta da nossa cidade.

Mais um jovem a entrar nas estatísticas da criminalidade.

Segundo o monitoramento das estatísticas dos crimes contra os jovens na faixa etária de 14 a 29 anos de idade, já chega a aproximadamente 64 casos nos 7 sete primeiros meses deste ano.
Um número muito alto, resultado da falta de oportunidades, associadas a ausência de políticas públicas de juventude em nossa cidade.

Os jovens oriundos são de todas as camadas sociais e dos diferentes bairros da cidade, do Bairro Santa Rosa, ao Centro da cidade.

Muitos desses crimes associados ao consumo ou ao tráfico de drogas.Durante a realização da 1ª Conferência Livre de Juventude e Segurança Pública, realizada pela União da Juventude Socialista, na última terça-feira, debatemos junto as autoridades da área de segurança pública caminhos e alternativas que podem ser tomadas na redução da criminalidade em nossa cidade, sabemos que os desafios e obstáculos são muitos, mas na organização e mobilização da sociedade e dos jovens, encontraremos um pouco do combustível necessário para tornar nossa cidade um lugar melhor para todos.

“Eu só quero é ser feliz, andar tranquilamente na cidade onde eu nasci”

Um comentário:

Anônimo disse...

Belíssima cobertura!