Por que participar do Dia do Abandono?


Porque faço parte de uma parcela de pessoas, que acreditam na organização social coom ferramenta adequada para a promoção de ações necessárias para o desenvolvimento e utilização racional dos recursos que são disponibilizados diariamente, seja por meio da arrecadação de ISS, ICMS, IPTU ou pelos Royalties do Petróleo ou outras Siglas que se tornam fórmulas mágicas para arrecadação na mão dos governantes.
Não é mais admissível aceitar que uma cidade com um orçamento estratosférico como a Nossa Campos, passe por tantas humilhações.
Somos cidadãos que aqui nasceram, trabalham, estudam e pagam impostos, merecemos respeito e cobramos soluções definitivas, não aceitamos mais paliativos.
Não queremos promessas de palanque, nem saco de cimento, tijolo, sacolão ou um cheque-miserão, não somos comprados pela barriga, merecemos respeito e exigimos saneamento básico, ruas calçadas, estradas, escolas, praças, investimentos de qualidade, não queremos ações onde o superfaturamento seja presente.
Queremos governantes comprometidos, com um programa de trabalho sério e uma equipe técnica atuante, não puxa-sacos que só fazem peso na terra e contribuem para o aquecimento global na produção de gás carbônico sem ao menos gerar trabalho produtivo.
O Dia do Abandono retrata a realidade, o descaso, a falta de planejamento na gestão da coisa pública, do bem comum, a todos os habitantes, sejam eles votantes ou não,
O Dia do Abandono não é um movimento de oposição a um ou outro grupo político, é um movimento de pessoas sérias, que amam essa cidade, que querem viver e ter um pouco mais de qualidade de vida e poder participar de um presente melhor para aqueles que aqui habitam.
Este é meu desabafo, meu protesto, sem precisar fechar estradas, queimar pneus, explodir edifícios, ou assassinar algum engravatado para fazer ecoar a nossa voz, hoje dispomos de ferramentas capazes de levar aquilo que acreditamos a qualquer parte do planeta em apenas alguns segundos.
O que não consegui expressar por palavras, seja possível através das imagens.

Fabiano Nascimento Seixas!
Eu acredito na minha Cidade!

Nenhum comentário: