Muita expectativa para o início do Circuito Petrobras de Surfe Feminino


A sétima edição do Circuito Petrobras de Surfe Feminino abre a temporada 2008 e, a um dia do início do evento, a expectativa toma conta das competidoras. As melhores surfistas do país chegam a Natal (RN), palco do evento, nesta quinta-feira (17/4), para lutar, de 18 a 20 de abril, pelo título da primeira etapa da competição.
“É difícil controlar a ansiedade. É muita expectativa, ainda mais para mim, que sou potiguar e, após dois anos, volto a competir na minha terra”, diz Krisna de Souza, que nasceu em Natal e atualmente reside no Rio de Janeiro.
A luta pelo título promete. A indiazinha paraibana Diana Cristina, atual campeã do circuito, apesar de algumas dificuldades recentes, vem com tudo e promete lutar pelo bi.
“Fiquei um mês sem surfar por conta de uma lesão no joelho direito, mas agora estou bem, graças a Deus, e espero fazer uma ótima participação no campeonato. Quero manter o título do Circuito Petrobras e vou brigar por isto”, diz Diana Crsitina, conhecida como Tininha.
A competição deve receber cerca de 150 competidoras, das mais diversas idades, que estarão na disputa das categorias: Open, Júnior (até 18 anos) Mirim (até 16 anos), grommets (até 12 anos), Longboard e Profissional.
O Circuito Petrobras de Surfe Feminino traz novidades para a temporada, como maior premiação no longboard e a realização da Expression Sessions. A prova inédita será disputada por oito convidadas, que terão 40 minutos para lutar pelo prêmio de R$1.000,00. Nesta disputa, vale a melhor manobra.
O longboard, amador até 2005, passou a receber a premiação de R$ 2.000 por etapa e ganhou status de profissional em 2006. Porém, no ano passado as surfistas se reuniram e, numa decisão conjunta com a organização, decidiram que em vez de três etapas profissionais com premiação menor, seria melhor realizar apenas uma, com um prêmio melhor. Assim, das três etapas do Circuito Petrobras, apenas a que será disputada no Guarujá, de 29 a 31 de agosto, contará pontos para o ranking profissional, oferecendo a premiação de R$ 5.000. Nas outras duas provas a categoria será considerada amadora, sem premiação em dinheiro, mas aberta à participação das profissionais.
A decisão também é uma vitória das competidoras de longboard, que conseguiram transformar esta premiação em patamar mínimo para que um evento feminino da modalidade seja considerado profissional. Agora, quem quiser organizar uma etapa de longboard feminino profissional terá de oferecer R$ 5.000 de prêmio.
Entre as grandes novidades, haverá o troféu Brigitte Mayer, oferecido a atleta revelação do circuito, escolhida entre as três etapas. E a GOL está premiando a revelação com uma passagem para qualquer localidade do Brasil.

PROGRAMAÇÃO


SEXTA- FEIRA - DIA 18 de abrilCompetições: 09:00Triagem nordestina e Surfe treinoEventos paralelos:Campanha pelo uso de sacolas de pano

SÁBADO DIA - 19 de abrilCompetições: 09:001ª , 2ª e 3ª Fase categoria profissional1ª ,2ª Fase categoria Mirim 1ª e 2ª Fase categoria Open 1ª e 2ª Fase categoria júniorSemi final GrommetsEventos paralelos:Campanha Exploração Sexual infanto- juvenil- Presença secretaria de saúdeCampanha pelo uso de sacolas de pano

DOMINGO - DIA 20 de abrilCompetições: 09:00Semifinais de todas as categorias Finais de todas as categoriasExpression Session13:20 às 14:30 transmissão ao vivo pelo Sport TV II14:30 PremiaçãoEventos paralelos:Campanha pelo uso de sacolas de pano 11: 30 Debate sobre a campanha Exploração Sexual infanto- juvenil Convidadas: Srª Jurema Dantas da UNP e srª Elane Kaline coordenadora do Programa de Enfrentamento à Exploração sexual de Crianças e Adolescentes 12:00 Apresentação do projeto cultural Felipe Camarão

Nenhum comentário: