CEFET Campos comemora aniversário e lança a programação do ano do Centenário.

Nesta terça feira o CEFET Campos comemora 99 anos de existência. A festa tem atividades ao longo do dia. O evento marca também o início das comemorações do ano do Centenário da Instituição, já que em 2009 a Rede Federal de Educação Profissional Tecnológica completa 100 anos. A data vai ser festejada durante um ano inteiro e a programação será divulgada em uma coletiva com a Diretora Geral, Cibele Daher Botelho Monteiro às 9h da manhã na sala Rubens Moll.

Todos os eventos terão como foco Nilo Peçanha. O campista foi o Presidente da República que em 23 de setembro de 1909 assinou o decreto que criou as Escolas de Aprendizes Artífices espalhadas pelo país. Campos ganhou a primeira do estado. A história da instituição passou por mudanças que seguem a ordem cronológica:

1909 - Criadas as Escolas de Aprendizes Artífices.Vinculadas ao Ministério da Agricultura Vinculadas ao Ministério da Agricultura, Indústria e Comércio a Escola foi criada para a formação do trabalho. Destinada aos filhos dos trabalhadores.

1942 - Em decorrência do investimento na indústria, no Brasil, a Escola de Aprendizes Artífices transforma-se em Escola Industrial Técnica e passa a oferecer o então curso ginasial com o objetivo de ensinar um ofício.

1959 - As escolas Industriais Técnicas ganham o patamar de Escolas Técnicas Federais. A ETFC Passa a ser responsável pela formação de técnicos industriais de nível médio para atender ao parque industrial brasileiro, em fase de desenvolvimento.

1993 - Nasce a primeira Unidade Descentralizada de Ensino. A UNED Macaé que este ano completou 15 anos.

1999 - A ETFC é transformada em Centro Federal de Educação Tecnológica, CEFET. A partir daí são oferecidos cursos em diferentes níveis de formação profissional. Com maior autonomia o CEFET atua junto à sociedade e define, em seu projeto político, a disposição de concorrer, mas incisivamente para o desenvolvimento local e regional.

2008 - O Ministério da Educação cria os primeiros 35 IFETS do país. Com isso o CEFET se transforma em IFET e começa a passar por diversos processos de transformação. Com a elevação, a instituição ganha mais autonomia para a criação de novos cursos. Atualmente a estrutura do Instituto Federal Fluminense abriga mais de 11 mil servidores e um total de 11 mil alunos matriculados em diversos cursos do ensino básico ao mestrado.

O centenário da Rede Federal de Educação Profissional Tecnológica será comemorado em todo país. Neste dia 23, as comemorações vão ser abertas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva abre em Brasília.
Atualizado às 10:20 - Segundo informações apuradas junto a Gerência de Recursos Humanos, o Sistema CEFET Campos tem 750 servidores ativos.

Nenhum comentário: