Mais uma vida perdida para o alcoolismo

O Blog recebeu por e-mail o relato de uma jovem descrevendo o seu sofrimento e conseqüentemente de sua família ao sepultar seu tio no sábado (16/02/2008), que se tornou mais uma vítima do alcoolismo:
"A dor de não poder levar um adicto é imensa, principalmente quando o perdemos (se é que um dia o tivemos).
Eu amava profundamente meu tio e tentei demonstrar isso pra ele em várias ocasiões.
Entrei na UTI poucas horas antes de seu falecimento e pude ver mais uma vez o meu tio "lutando pela vida", só que dessa vez através dos aparelhos.
Ele não assumia que era um doente, isso dificultou que procurasse um tratamento.
Sinto muito por ter o perdido para um vício maldito.
Isso me faz perceber ainda mais o quanto é importante levarmos a msg a outros.
Deus tem me dado a oportunidade de levar o evangelho a outros e até de conversar sobre o programa (AA / NA/ NARANON...), pois vejo esse programa como uma ferramenta a mais na recuperação de vidas.
Hoje eu sou uma sobrinha que perdeu um tio para as drogas. E posso te dizer o quanto nos amávamos ! Sempre que nos encontrávamos, nos abraçávamos, eu o beijava, no rosto, na testa, sem receio ou preconceitos, enquanto muitos se afastavam dele por causa da sujeira e/ou mal cheiro das bebidas alcoolicas.
Quanta tristeza, saudade estou sentindo do meu tio.......
A dor da perda é muito grande, principalmente quando perdemos para um maldito e estúpido vício."
E o blog deixa a pergunta: Ainda vale a pena se divertir consumindo álcool?

Nenhum comentário: