Credenciamento: passe livre para todas as atividades da Bienal


Assim que desembarcar em Salvador, o participante deve, antes de tudo, se credenciar. Veja abaixo como fazer

Para quem chega de outros Estados, o primeiro passo é ir até a Escola Manoel Novaes, que é a "recepção" desta Bienal, localizada no Bairro Canela, pertinho do Passeio Público, o "QG" do Festival. Lá, a organização da 6ª Bienal tem um estande devidamente sinalizado, que facilita o acesso de todos.

Para o(a) estudante que vai utilizar alojamento e não tem trabalho inscrito na Bienal, a inscrição custa R$50,00 e dá direito a alojamento e participação nas atividades, inclusive shows. Para aqueles que se inscreveram no 12º CONEB, o valor é de R$ 25,00, com os mesmos benefícios.

Quem vai apresentar seu trabalho precisa levar o comprovante de pagamento no valor de R$10,00 (caso haja mais de um autor, o valor é de R$10,00 por integrante). Todos têm alojamento garantido.

Já para quem é de Salvador, não vai utilizar alojamentos e não inscreveu trabalhos, a taxa é de R$15,00. O credenciamento garante o acesso livre a todas as atividades da Bienal.

O participante ganha ainda uma mochila, com o caderno de programação, e o certificado de participação. Atenção! A alimentação não está inclusa.

Depois de se credenciar, o estudante será encaminhado pela equipe de organização da Bienal ao seu alojamento, que será em salas de aula de escolas e universidades da região.
Importante: Cada participante receberá uma pulseira de credenciamento, que será utilizada para acesso a todos os espaços da Bienal, inclusive alojamentos. Trata-se de uma pulseira com lacre; portanto, ela não poderá ser aberta antes do fim do evento e NEM SER PERDIDA, pois não há reposição.

Nenhum comentário: