Sexto dia: Diário de uma Bienal

24/01
Enquanto a galera responsável foi para o seminário de esporte, espaço CUCA, artes cênicas e visuais, ciência e tecnologia, cinema e música outra parte da galera foi aproveitar a praia, ponta de areia na Ilha de Itaparica.
Os moradores da ilha disseram que a praia ponta de areia era a mais bonita a de maior extensão, mas sinceramente, não achei nada de mais. A única praia que gostei mesmo foi o porto da barra. O pessoal exageradamente prestativo, praia limpa e a água do mar estava fresquinha.
O que vale a pena ir pra ilha, é a viagem de lancha ou de Ferry Boat, ver o pôr do sol no Ferry indo pra Salvador, aquele mar lindo! Vale a pena!
De noite teve um “Luau” que, mas parecia um show, com o DJ Marcelinho da Lua e o grande Alceu Valença, na praia Jardim de Alá, feito pela Bienal. Mesmo com um pouquinho de chuva, não desanimou a galera a dançar.

Nenhum comentário: