Entrevista com Lara Barreto, da Chapa "Quando a gente muda o mundo muda com a gente”

Natália e Lara, muito felizes!

Perfil, Lara Barreto, (larabarreto2008@hotmail.com), 26 anos, estudante do Curso de Servico Social, militante do movimento estudantil, tendo passagem pelo Grêmio Estudantil do CEFET Campos por duas gestões, do Diretório Acadêmico José do Patrocínio da Faculdade de Direito de Campos, assim também como foi Diretora da UEE – União Estadual dos Estudantes do Estado do Rio de Janeiro.

Blog: Quais são as propostas da sua chapa?
Lara Barreto: Criação de um berçário nas dependências do campus, tendo em vista que o sexo feminino corresponde a 98% dos alunos matriculados nos cursos do campus em Campos, Lutar pela adequação da infra-estrutura com ações de acessibilidade, dentro de um programa de inclusão social, criação de um bandejão, informatização e ampliação do acervo da biblioteca, divulgação das prestações de contas do DACOM, na internet e nos murais da universidade, participação ativa dos estudantes no programa de expansão, ampliação dos programas de bolsas de monitoria e extensão, assim também como o aumento do valor das bolsas.


Blog: Como você avalia o atual momento da UFF, dentro do Programa de Expansão do Governo Federal?
Lara Barreto: Vejo que a UFF, através do empenho dos seus atuais dirigentes esta sendo priorizada pelo Governo Federal, sabemos que foi uma luta árdua, que através da coletividade, discutiu-se e se tornou viável a expansão, que para a nossa chapa, deve ser participativa, ouvindo as instancias internas, como a criação de cursos e concursos públicos de acordo com as demandas da região, assim também como batalharemos para que os profissionais lotados na UFF em Campos, estejam inseridos em programas de capacitação e qualificação profissional.

Blog: Como você avalia o a atual gestão do DACOM?
Lara Barreto: Não atendeu as expectativas dos alunos, pois se notou a falta da representatividade nas instancias internas, a falta de mobilização dos dirigentes com a base, houve um esvaziamento da gestão, uma desconfiguracao da chapa, com isso os próprios alunos não criaram referencias com o DACOM, o que na verdade faltou foi organização do movimento estudantil, a criação de debates para discutir a conjuntura interna, assim como a perda do espaço nos eventos promovidos pela UFF, o que avalio como um refluxo da entidade, sendo mais visível uma dependência do DCE de Niterói, de um coletivo que orienta a própria gestão.

Blog: Deixe uma mensagem:
Lara Barreto: A universidade não é um espaço apenas para o conhecimento teórico, ela é de fato um espaço para a pratica política e a movimento estudantil organizado dentro da universidade é um passo para que isso aconteça e hoje, junto aos membros da nossa chapa, nos vemos com potencial para fazer uma gestão que atenda aos anseios dos estudantes, a jornada é longa, mas junto a gente consegue! Saudações a quem tem coragem!

Um comentário:

Anônimo disse...

Olha, estou perplexo com os atuais comunicadores da radio diário- a coisa mudou do dia pra noite. Antes da eleição era tudo ilegal sobre os terceirizados. Depois q a rosinha ganhou, até o garotinho mudou. veja só, queria o ilustre pequenininho, colocar o Dr. Elcio na berlinda. Queria porque queria q o Dr. Elcio falasse q é legitimo a criação até uma famigerada fundação. Isso é uma vergonha. cuidado JUDICIÁRIO- TOMA CUIDADO MESMO. o que bate em Chico, bate em Francisco. Isso é uma vergonha, vergonha inclusive p toda sociedade de campos. n sei se ainda existe sociedade em campos. rs, ó sociedade eheh. aqui tudo é normal. Agora é legal contratar terceirizados. Imagina só, e todos ficam calados, inclusive todos os blogs moralistas da região. cadê os blogs traidores. Cadê. Ficam calados. Impotentes. Só o blog do dr. Cleber Tinoco está comentando, mas muito timidamente ainda. Temos que descer o cacete nesse pessoal. Temos que moralizar, viu Roberto Moraes, Claudio Andrade, o URGENTE, que não tem nada de urgente, estão todos calados. Perderam aquela garra que existia antes da eleição. O canhorro comeu a língua de vocês. O que está havendo. Cadê o sangue na veia pessoal. Nao pode existir rei na cidade.Onde estão as pessoas decentes? . Vamos reagir gente. Vamos mirar em Benta Pereira- Se precisar vamos apanhar os cavalos e entrar como verdadeiro soldado. Não vamos deixar que aquela frase se torne verdade,isso mesmo, aquela frase famosa que poucos conhecem, foi quando GETULIO VARGAS VEIO A CAMPOS: uma pessoa ao lado do Dr. Getúlio falou: DR. O CAÇADOR MUDOU, MAS A CACHORRADA CONTINUA A MESMA.