Eleições em Campos: Listagem dos vereadores e seus respectivos suplentes

Atentendo a pedido dos leitores e colabores do blog, aproveitamos para divulgar a listagem com os vereadores e seus respectivos suplentes por partido ou coligação eleitos, lembrando-se que a listagem pode sofrer alterações, tendo em vista que alguns candidatos a vereador com votação expressiva tiveram seus votos considerados com nulos, devido a impugnação de seus registros e estão concorrendo ao pleito subjudice. Optamos pela divulgação apenas do nome dos cinco primeiros suplentes diretos.

Partido: PSB
Eleitos:
Dr Abdu Neme - 8299 votos
Jorge Rangel - 6131 votos
Altamir Bárbara - 5705 votos
Suplentes:
Alciones de Rio Preto - 4482 votos
Sadi - 2935 votos
Amélia Educação É A Solução - 2612 votos
Flavio Quintanilha - 2445 votos
Jocimar Rocha Esse É Bom d.+ - 1479 votos
Coligação: PTB / PMDB / PRB
Eleitos:
Vieira Reis - PRB - 5505 votos
Magal - PMDB - 4238 votos
Nelson Nahim - PMDB - 3932 votos
Suplentes:
Dr. Edson Batista - PTB - 3812 votos
Chico da Rádio - PTB - 3519 votos
Marcinho Pudim - PMDB- 1834 votos
Atahydes da Paixão - PTB - 1712 votos
Vidal - PMDB - 807 votos
Coligação: PT do B / PV
Eleitos:
Marcos Bacellar - PT do B - 9549 votos
Jorginho Pé No Chão - PT do B- 5783 votos
Suplentes:
Marcus Alexandre - PT do B - 5269 votos
Guilherme Negão - PT do B - 2038 votos
Paulo Albernaz - PT do B - 1956 votos
Russo Peixeiro - PT do B - 1489 votos
Manoel Costa - PT do B - 1389 votos
Coligação: PSL / PDT
Eleitos:
Dr. dante - PDT - 5685 votos
Ederval Venâncio - PDT - 3300 votos
Suplentes:
Dr. Geraldo Venancio - PDT - 3091 votos
Thiago Virgilio - PSL 1905 - votos
Olavinho 100% do Povo - PDT - 1578 votos
Beto Cabeludo - PSL - 971 votos
Dr. Thieres Centrocor - PDT - 843 votos
Coligação: PSDC / PT
Eleitos:
Renato Barbosa - PT - 5547 votos
Gil Vianna - PSDC - 4975 votos
Suplentes:
Professora Odisséia - PT - 2467 votos
Manoel Sales - PT - 2205 votos
Dr. Cesário - PSDC - 1694 votos
Ângela Maia - PSDC - 1449 votos
Adão Faria - PT - 1133 votos
Coligação: PP/PMN/PSC
Eleitos:
Papinha - PP - 444 votos
Albertinho - PP - 2580 votos
Suplentes:
Ito Tavares - PP - 2256 votos
Cecilia Ribeiro Gomes - PMN - 2095 votos
Osni Xavier - PP - 1994 votos
Miguellito - PP - 1801 votos
Eduardo Crespo - PMN - 1595 votos
Coligação: PRP / PTC / PPS
Eleitos:
Dona Penha - PPS - 4050 votos
Rogério Matoso - PPS - 3525 votos
Suplentes:
Dr. Otávio Cabral - PPS - 2812 votos
Adriano do Caminhão de Fossa - PPS - 1833 votos
Nenem - PPS - 1466 votos
Beto Parque Prazeres - PPS - 1427 votos
Joacyr - PPS - 1212 votos
Partido: PR
Eleito:
Kellinho - PR - 5276 votos
Suplentes:
Talvane - PR - 2420 votos
Roberto Pinto - PR - 2118 votos
Pelezinho Peixoto - PR - 927 votos
Valdinei Barreto - PR - 889 votos
Francisco Balbi - PR - 605 votos
Ps.: Gostaríamos muito que o Tribunal Superior Eleitoral colocasse os processos que envolvem os candidatos das eleições em Campos na pauta ainda esta semana, essa novela tem que ter logo seu capítulo final.

Um comentário:

Anônimo disse...

06/10/2008 - 18h16
Ayres Britto diz que TSE vai julgar processos contra eleitos até a data da diplomação
Publicidade
GABRIELA GUERREIRO
da Folha Online, em Brasília

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) vai acelerar o julgamento dos processos de políticos que tiveram as candidaturas impugnadas, mas disputaram as eleições deste domingo. O presidente do tribunal, Carlos Ayres Britto, disse que os processos serão julgados até a data da diplomação dos eleitos, em 18 de dezembro.

"Esses processos serão objeto de planejamento para que todos estejam julgados antes da data limite da diplomação. Vamos priorizar pedidos de registros de candidaturas pendentes de recurso, de quem tem a chance de disputar o segundo turno", afirmou Britto.

No município de Campos dos Goytacazes (RJ), a candidata Rosinha Garotinho (PMDB) recebeu 78,9% dos votos, enquanto seu principal adversário, Arnaldo Vianna (PDT), não recebeu nenhum.

Como Vianna teve a candidatura impugnada depois das suas contas terem sido reprovadas pelo Tribunal de Contas do Rio, os votos recebidos pelo candidato foram automaticamente convertidos para nulos. O índice de votos nulos em Campos chegou a 44,14%.

Britto disse que, assim como em Campos, outros municípios ainda não conhecem seus novos prefeitos porque há pendências nos processos judiciais. "No município de Campos, Rosinha Garotinho, ao que eu fui informado, não está em primeiro lugar no plano da votação concreta. É possível que o segundo lugar passe ao primeiro a partir do julgamento favorável do seu pedido de registro", disse.