Sindicato dos Bancários de Campos realiza Ato Convocatório



O Sindicato dos Bancários do Norte Fluminense, realizou na manhã de hoje um ato na área central de cidade de Campos, convocando a categoria para participação da Assembléia, que acontecerá esta noite(07-10), a partir das 19h, onde a categoria de base de Campos irá decidir se param a partir de amanhã, por tempo indeterminado.
Uma das reivindicações da categoria é a não concessão do reajuste proposto, pois os BANQUEIROS ofereceram APENAS 7,5% de reajuste, já rejeitado pela categoria.


Principais pontos da pauta:

*Índice de reajuste de 13,23%

*Pisos salariais - Aumento progressivo, em três anos, até atingir o piso do Dieese, atualmente estimado em R$ 2.074.

*PCS para todos - Plano de Cargos e Salários para todos os bancários de todos os bancos, prevendo 1% de reajuste a cada ano de trabalho. A cada cinco anos, esse reajuste será de 2%. O banco é obrigado a promover o bancário pelo menos um nível a cada cinco anos.

*Fim das metas abusivas - As metas serão definidas pela agência/departamento com a participação de todos os trabalhadores, levando em consideração também a abordagem ao cliente e o tempo para sua execução.

*Contratação da Remuneração total - Distribuição de 5% da receita de prestação de serviços de forma igualitária entre todos os bancários. O pagamento deverá ser feito após a publicação do balanço trimestral. Além disso, 10% de toda a produção da agência deve ser distribuída entre os trabalhadores da unidade.

*Aumento da PLR - Elevar o valor da PLR e simplificar os critérios de distribuição: três salários mais R$ 3.500 para todos, sem limitador e sem teto.

*Vale-refeição - Aumentar o valor para R$ 17,50, de forma a compensar a inflação dos alimentos dos últimos 12 meses.

*Cesta-alimentação - R$ 415,00, o mesmo valor do salário mínimo, inclusive sendo base para a 13ª cesta-alimentação, conquistada ano passado.

*Auxílio-Creche - Mesmo valor do salário-mínimo (R$ 415), com ampliação da idade para 8 anos e 11 meses e comprovação anual dos gastos.

*Novas conquistas - Auxílio-educação e a criação de um plano de previdência complementar fechado.

*Emprego - Ratificação da convenção 158 (proíbe dispensa imotivada)

*Segurança -Instalação de portas de segurança em todas as agências bancárias, já no auto-atendimento; pagamento de adicional de risco de vida no valor de 40% do salário para funcionários de agências e PABs.

INFORMAÇÕES:

EM 2007/2008

Reajuste da categoria em 2007: 6%

NÓS SOMOS:
Agências no Município: 25
Total de agências na base: 42

Total de bancários na base (Campos, São João da Barra, São Fidélis, Itaocara, Aperibé, Cardoso Moreira, Italva, São Francisco de Itabapoana): 800

Nenhum comentário: