O debate: A festa da democracia (Lá fora) :)

"Pensamos em demasia e sentimos bem pouco.Mais do que de máquinas, precisamos de humanidade. Mais do que de inteligência, de afeição e doçura. Sem essas virtudes, a vida será de violência e tudo será perdido."
Charles Chaplin
Ontem foi um dia muito especial, aproveitei para sair da rotina, nada de acompanhar o debate pela TV ou nos bastidores, fui com meus amigos para a TV Record de Campos, onde uma multidão de pessoas se aglomerava frente aos telões que reproduziam as imagens do debate.
A chuva não foi empecilho para que militantes das duas fizessem a festa da democracia, com suas bandeiras, megafones e carros de sons que nos intervalos dos blocos do debate tocavam os jingles dos candidatos de sua preferência.
A segurança no local foi garantida através da presença de Policiais Militares e da Guarda Civil Municipal.
O clima parecia de final de campeonato, com grito de organizadas e aquela provocação de praxe, com a irreverência que somente o povo brasileiro tem!
A cada resposta salvas de palmas e vaias.
Em alguns momentos, o lugar se assemelhou a um grande ginásio onde acontecia uma luta de boxe, onde as torcidas aguardavam ansiosamente para que um dos candidatos beijasse a lona o mais rápido possível, pois alguns golpes eram dados com tanta força e velocidade que era visível perceber o impacto e o atordoamento do candidato que não conseguia responder com êxito a pergunta lhe feita.
Dentre tantas as poucas propostas e as inúmeras acusações, ficou apenas uma única certeza, Campos merece mais.
Merece mais saúde, mais educação,mais saneamento, agricultura, acessibilidade, conectividade, projetos ligados a área de agricultura, saneamento,valorização da cultura, assim também como o apoio e fomento de projetos ligados as vocações econômicas da cidade, como o cultivo da cana-de-açúcar, do aproveitamento dos produtos das olarias da baixada nos empreendimentos municipais, da criação de projetos de incentivo a pesquisa, a extensão e produção de ciência e tecnologia. Da valorização dos recursos humanos, da qualificação profissional dos jovens para que tenham acesso aos empregos que serão/estão sendo gerados através dos empreendimentos privados na região, como o Complexo Portuário do Açu, o aeroporto da Petrobrás e dos poucos e confiáveis empreendimentos que foram realizados com o dinheiro do tão falado (A)FUNDECAMPOS.
A criação de organismos que façam o Controle Social e Fiscal dos recursos repassados através de convênios ou até mesmo dos finitos royalties do petróleo (a maldição mineral), que atue como um “Tribunal de Contas da União ou do Estado”, para que todo cidadão tenha acesso aos dados que informem como são gastos e geridos as verbas públicas em nossa cidade.
O “portal da transparência’, é algo que já poderia existir neste momento, para ver se ambos podem falar em transparência divulgando em seus sites de campanha as verdadeiras receitas e despesas, com a citação das empresas e ou pessoas jurídicas financiadoras.
Fica em mim a esperança de que o próximo debate não seja pautado em nhen-nhen-nhen (Shows Superfaturados, Telhado de Vidro, Segurança SA, Pecado Capital, Silveirinha, Álvaro Lins,Quintanilha, Alex Pereira, Francisco de Assis), o que a gente quer é proposta para que a cidade assuma sua vocação de destaque no cenário nacional, deixando para trás essas imagens de operações policiais envolvendo políticos na cidade, já estamos cansado desse desmando. Nosso povo merece ser um pouco mais feliz.

Um comentário:

Anônimo disse...

OOOOOOOOOOPA!!!!
Campos merece mais mas seu voto é de Mentirosinha!
Tem que definir ou é crítico da situação ou lacáio,os dois não da.Se bem que depois do que tenho lido aqui tudo é possível.