Nesta terça feira o Clube de Astronomia do Cefet Campos vai comemorar os 400 anos da invenção do telescópio


Os integrantes do Clube de Astronomia vão acender 400 velas no pátio do Cefet para comemorar o registro da invenção do telescópio que aconteceu na Holanda em 1608. As luzes da escola vão ser apagadas para que todos possam observar o céu no momento do ato.O evento vai acontecer a partir das seis da tarde. Todos que quiserem podem participar. O clube vai ser o responsável por todas as velas.
O ato de acender as velas já foi feito na Índia este ano e vai ser repetido em Campos.Segundo o diretor do Clube de Astronomia, Marcelo Souza, a idéia é lembrar que há 400 anos o mundo ganhava uma nova luz. "O telescópio nos deu oportunidades nunca antes imaginadas pelo homem." Comentou.

História:

Costuma-se dizer que Hans Lippershey, um fabricante de lentes neerlandês,construiu em 1608 o primeiro instrumento para a observação de objetos à distância: o telescópio. O conceito que desenvolveu era a utilização desse tubo com lentes para fins bélicos e não para observações do céu.
A notícia da construção do tubo com lentes por Lippershey espalhou-se rapidamente e chegou até o astrônomo italiano Galileu Galilei, que, em 1609, apresentou várias versões do aparelho feitas por ele mesmo a partir de experimentações e polimento de vidro. Galileu logo apontou o telescópio para o céu noturno, sendo considerado o primeiro homem a usar o telescópio para investigações astronômicas.
O telescópio de Galileu também é conhecido por luneta.
Galileu, utilizando seu instrumento óptico, descobriu diversos fenômenos celestes, entre os quais as manchas solares, as crateras e o relevo lunar, as fases de Vênus, os principais satélites de Júpiter, e a natureza da Via Láctea como a concentração de incontáveis estrelas, iniciando assim uma nova fase da observação astronômica na qual o telescópio passou a ser o principal instrumento, relegando ao esquecimento os melhores instrumentos astronômicos da antiguidade (astrolábios, quadrantes, sextantes, esferas armilares, etc.).
As descobertas de Galileu forneceram evidências muito fortes aos defensores do sistema heliocêntrico de Copérnico.
Pouco tempo depois de Galileu, Johannes Kepler descrevia a óptica das lentes (ver "Astronomiae Pars Optica" e "Dioptrice"), incluindo um novo tipo de telescópio astronómico com duas lentes convexas (um princípio muitas vezes referido como telescópio de Kepler).

Fonte: Wikipedia

Um comentário:

Rafa disse...

Muito bom Sepé..
Ótima reportagem..
Estarei lá!

Valeu playboy!