Só por hoje – Reparações sem expectativas


“Projetar as reparações propriamente ditas pode ser um obstáculo maior, tanto pra se fazer a lista, como para se dispor a fazer reparações”
Texto Básico, pág. 42

O oitavo passo nos pede que nos tornemos dispostos a fazer reparações a todas as pessoas que prejudicamos.
A medida que nos aproximamos deste passo, podemos ficar imaginando qual será o resultado de nossas reparações. Seremos perdoados?
Aliviados de quaisquer sentimentos de culpa pendentes?
Ou seremos condenados e repreendidos pelas pessoas que prejudicamos?
Se esperamos receber os benefícios espirituais do Oitavo e Nono Passo, devemos renunciar à nossa tendência de buscar o perdão.
Se abordamos estes passos esperando alguma coisa, é provável que fiquemos bem desapontados com os resultados.
Devemos perguntar a nós mesmos se estamos depositando nossas esperanças em obter o perdão da pessoa a quem estamos fazendo a reparação.
Ou talvez esperemos ser perdoados de nossa dívida por algum credor simpatizante, levado às lágrimas por nossa história de má sorte.
Precisamos estar dispostos a fazer nossas reparações sem levar em conta a conseqüência. Podemos planejar as reparações, mas não podemos planejar os resultados. Embora seja possível que todas as pessoas a quem devemos reparações não nos conceda um pleno perdão, aprenderemos a perdoar a nós mesmos.
No processo, descobriremos que não temos mais que carregar o peso do passado.

Só por hoje: eu abrirei mão de quaisquer expectativas que tenho em relação às pessoas a quem devo reparações.

Nenhum comentário: