NOTA OFICIAL - UJS apóia Rosinha

NOTA OFICIAL
A União da Juventude Socialista (UJS) vêm por meio desta ratificar publicamente a posição consensual e unânime – aprovada pela direção municipal, legalmente amparada por nosso estatuto - em apoiar a candidata Rosinha no segundo turno das eleições em Campos.
A UJS reafirma seu apoio à candidata Rosinha por entender que não deve se abster na atual conjuntura política de Campos.
Esse é um momento político importante e decisivo, onde a apatia política e/ou a abstenção não contribui para colocar nossa cidade no rumo do desenvolvimento.
É verdade que a União da Juventude Socialista (UJS), por meio de seus dirigentes e quadros, apoiou à candidata Professora Odete no primeiro turno das eleições, participando ativamente de sua campanha e coordenando as ações políticas na área da juventude.
É verdade, também, que a UJS optou por apoiar Rosinha no segundo turno, por acreditar que esta candidata é a única no atual cenário político que representa o projeto mudancista na qual defendemos no primeiro turno das eleições.
É verdade que membros da UJS ligados organicamente ao Partido Comunista do Brasil (PCdoB), que inclusive são membros da referida direção partidária, seguirão a deliberação aprovada por nossa organização de apoiar a candidata Rosinha no segundo turno.É verdade que Marcos Vinícius Tavares é fundador da UJS no município e foi eleito presidente de honra da nossa organização durante o 3º Congresso Municipal da UJS, realizado no último mês de junho.
É um importante quadro político, que sempre esteve presente nas grandes batalhas de nossa organização, como na luta contra o fim do passe-livre e nas vitórias conquistadas no movimento estudantil.
Ressaltamos, ainda, que Rosinha foi a única candidata a se comprometer com as reivindicações da UJS e de toda a juventude campista, como a garantia do passe-livre, a fiscalização da lei da meia-entrada, a criação de uma política de primeiro emprego, a implantação de um programa de estágio remunerado para universitários, a moralização e democratização do programa de bolsas universitárias, entre outras.
Por fim, declaramos que defenderemos a nossa posição política com convicção, firmeza e com a mesma coragem que nos fez derrotar a ditadura militar e derrubar o Collor, com a mesma coragem que nos faz ser a juventude cara-pintada que esteve presente em todos os momentos decisivos no Brasil.
Saudações a quem tem coragem!
André Lacerda
Presidente Municipal - UJS Campos

5 comentários:

Janaina Macedo disse...

Me uno aos camaradas da UJS neste momento,onde assumem uma postura séria, que vai ao encontro dos anseios dos jovens desta cidade.
Apoiar Rosinha é ter uma esperança de que as oportunidades para os jovens desta cidade irão ter acesso a educação, ao esporte, ao lazer, ao primeiro emprego, acesso a um programa de bolsas com critérios definidos e não indicativos, como tem sido ultimamente!
Na certeza de que estamos no caminho certo, eu voto 15!
Conte comigo!
Janaina Macedo

Anônimo disse...

Arnaldo nao é Mocaiber e Mocaiber não é Arnaldo!

Não a apoio a política do caveirão e a política miliciana.
Voto Nulo, mas não voto em um candidata cor de rosa. Onde desvia verbas da saúde pública entre outras coisas!

Política se faz com seriedade, não com falsas demagogias e falsos moralismo!
Política se faz com o coração e a mesma não se faz com acusações.
Não vejo a Rosinha como quadro pra Campos, e sim como um ser que tem em mente sugar todo nosso ouro negro.

Por isso me abstenho de praticar um ato tão "maquiavélico" em votar na sombra do populista Garotinho.
Não ao ódio, não à mentira!
Fora GAROTINHO e fora ROSINHA.

Anônimo disse...

Isso ae anônimo de cima, obrigado por me deixar escolher por vc.
Voto 15.
E nessa de política do coração que os cofres da cidade estão cobalidos.

sagaz disse...

http://blog.sagazcarvalho.net/2008/10/14/a-ditadura-da-professora-que-parece-querer-se-abrigar-no-telhado-de-vidro/

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.