Só Por Hoje - Aliviando a Carga


"Não nos tornaremos pessoas melhores, julgando os erros dos outros. O que nos fará sentir melhor é limpar nossas vidas..."

Texto Básico, p. 41



Algumas vezes precisamos de algo tangível para nos ajudar a compreender o quanto guardar um ressentimento está nos fazendo mal. Podemos não estar atentos a como os ressentimentos são destrutivos. Pensamos: "E daí, eu tenho o direito de estar com raiva". Ou: "Eu posso estar nutrindo um rancor ou dois, mas não vejo nenhum mal".

Para ver mais claramente o efeito que guardar ressentimentos tem em nossas vidas, poderíamos tentar imaginar que estamos carregamendo uma pedra por cada ressentimento. Um pequeno rancor, tal como a raixa por alguém dirigir mal, poderia ser representado por uma pedrinha. Nutrir má vontade em relação a um grupo inteiro de pessoas poderia ser representado por um enorme pedregulho. Se, de fato, verdadeiramente tivéssemos que carregar pedras por cada ressentimento, seguramente esgotaríamos com o peso. Na verdade, quanto mais incômoda nossa carga, mais sinceros nossos esforços para descarregá-la.

O peso de nossos ressentimentos impede nosso desenvolvimento espiritual. Se verdadeiramente desejamos a liberdade, vamos procurar nos livrar do máximo de peso extra que for possível. À medida que nos aliviamos, vamos notar uma maior habilidade para perdoar nossos companheiros seres humanos pelos seus erros, e nos perdoaremos pelos nossos. Vamos alimentar nossos espíritos com bons pensamentos, palavras gentis e ajuda aos outros.


Só Por Hoje: Eu vou procurar remover a carga de ressentimentos de meu espírito.

2 comentários:

Marcos Cardozo disse...

Fabiano, por indicação do Blog do Roberto Moraes e do Blog do meu amigo Luiz Felipe Muniz, pela primeira vez entrei nesse seu espaço virtual, visando conhecer detalhes do fato ocorrido ontem. Lamento muito o acontecido, mas vejo que você tem muitos amigos e que a lei e o que é certo estão do seu lado. Todos sabemos quem são os vilões da cidade. Mas, sobretudo, gostei deste seu texto sobre o peso dos ressentimentos. Não restam dúvidas que, eventualmente, precisamos "ir para a guerra", até por questão de auto-defesa, mas o bom mesmo é "alimentar nossos espíritos com bons pensamentos, palavras gentis e ajuda aos outros". Parabéns pela atitude.

Anônimo disse...

Sábio você....Sei que é difícil esquecer, mas se você conseguir aliviar um pouquito essa mágoa , fará bem a você.Tá difícil trabalhar honestamente.Não entendo o motivo da população "pintar caras" e tirar um Presidente da República, sem agressões e não protetaram uma situaçãO TÃO VISÍVEL.Deus te acompanhe e ilumine seu trajeto de vida.Abraço.