MEC recebe propostas de licenciatura para disciplinas da educação profissional e tecnológica

A comunidade acadêmica tem até 20 de agosto para apresentar propostas de licenciaturas para as disciplinas específicas do currículo da educação profissional e tecnológica. A consulta pública está disponível na página eletrônica da Setec, com formulário onde os interessados podem fazer sugestões e verificar as quatro propostas de cursos de licenciatura destinados à formação inicial de docentes para a educação profissional.
A Setec vem, há algum tempo, promovendo estudos e discussões sobre uma política mais ampla de formação de docentes para esta área da educação, que contemple a oferta de formação inicial, as licenciaturas. As quatro propostas apresentadas na consulta pública não são excludentes entre si – resultam dos estudos promovidos e podem ser alteradas e modificadas a qualquer momento.
A partir de um estudo realizado por especialistas da área, foi elaborada a proposta-base de licenciaturas para a educação profissional e tecnológica. A primeira proposta é o curso de licenciatura para graduados. A segunda é o curso de licenciatura integrado com o curso de graduação em tecnologia. A terceira é o curso de licenciatura para técnicos de nível médio. E a última é o curso de licenciatura para concluintes do ensino médio.
Formação – A necessidade de pessoal docente qualificado caminha com a expansão da educação profissional no país. “Para uma expansão de qualidade é necessário a formação de professores qualificados”, afirma o diretor de Políticas da Setec, Luiz Augusto Caldas.
Atualmente, existem ofertas diversificadas de formação de docentes para este campo, mas são muito reduzidas considerando o potencial de demanda e nem sempre atendem todos os perfis de entrada dos candidatos. Estas ofertas são constituídas por programas especiais, cursos de pós-graduação, formação em serviço, formação a distância. “Poucas são, entretanto, as iniciativas de cursos de licenciatura”, ressalta Caldas. Segundo ele, as licenciaturas têm sido apontadas como absolutamente essenciais, por serem o espaço privilegiado da formação docente inicial e pelo importante papel que podem ter na profissionalização dos professores.
Assessoria de Imprensa da Setec.

Nenhum comentário: