“A minha escola não tem personagem, a minha escola tem gente de verdade!’

Uma das maiores passeatas acontecidas em Campos em Defesa da Educação Pública, Gratuita, de Qualidade, pelo Direito ao Passe-Livre e a Meia-Entrada. Bons tempos do Movimento Estudantil Organizado na Planície Goytacá
Marco Antônio (Gotinha), durante a Campanha da Chapa Grêmio Pra Lutar (ETFC)
Uma das bandeiras do Movimento Estudantil: Total apoio ao MST
Renato Gonçalves durante o Desfilo Cívico de 07 de Setembro de 1993

Marcelo Gonçalves, na época Vice-Presidente da UBES

O momento estudantil sempre foi conhecido pelo celeiro, de onde surgiram várias lideranças que figuram no cenário político atual.
As passeatas, os protestos, foram capazes de criar o movimento pela conhecido pelas “Diretas Já” e o movimento dos “Caras Pintadas”, que resultou no Impeachment do ex- Presidente Fernando Collor, o que deixou nos estudantes a certeza da sua responsabilidade histórica e uma consciência política conquistada na prática, além de, principalmente, a importância das ruas como o cenário natural de protestos”
Tudo começou ao ingressar no Curso Técnico em Mecânica Industrial, da antiga ETFC, pensava em ingressar na Petrobrás, seguir a carreira e ser um profissional bem sucedido na área.
Logo nos primeiros meses de aula, tive a oportunidade de conhecer a Galera do Grêmio Estudantil Nilo Peçanha, a entidade representativa dos Estudantes da antiga ETFC.
Um momento divisor de águas, norteador das atitudes presentes no meu cotidiano.
Fazer parte do movimento estudantil era muito além de participar das discussões internas da instituição, era pensar nos rumos que o nosso país tomava, mediante a política neoliberal que estava sendo implementada pelo então presidente da República o Sr. Fernando Henrique Cardoso.
A participação ativa no movimento estudantil, me proporcionou o contato com a então Diretoria da Federação dos Estudantes de Campos (FEC), uma das primeiras instituições de representação da classe estudantil no Brasil, ocupando o cargo de movimento populares na então gestão do brilhante Romualdo Dias Braga.
O momento era de efervescência, manifestações, passeatas e protestos contra a privatização do Sistema Telebrás, a privatização da Cia Vale do Rio Doce e a grande marcha dos 100 mil integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra à cidade de Brasília.
Estive presente em todos esses momentos, sendo alvo da repressão policial, onde balas de borracha, cavalaria, tropa de choque e tanques com jatos d água, tentavam calar a voz dos jovens que se manifestavam em defesa do patrimônio da nação que estava sendo entregue nas mãos do sistema capitalista.
As passeatas também tomaram as ruas da Campos que era dos Índios Goytacazes, a luta continua pela educação pública, gratuita e de qualidade, a melhoria nas condições de infraestrutura, o fornecimento de livros e a criação de melhores ambientes para o desenvolvimento da educação.
A diversidade das ações do movimento estudantil me proporcionou o contato com homens de valores, em especial ao Sr Adão Faria, sempre firme e coerente em suas decisões, um guerreiro, batalhador, assim também como os representantes dos sindicatos, associações representativas das classes.
Preservar a Memória do Movimento Estudantil significa o resgate de alguns dos momentos mais marcantes da história recente de nosso país.

4 comentários:

Renato Gonçalves disse...

Não imaginava nunca mais rever estas fotos.Me remetem a um tempo especial de minha vida e que dizem muito do que sou hoje.
Obrigado por fazer retornar estas lembranças e gostaria de "skanear" estas fotos se for possível.
Um abraço,
Renato

fabianoseixas disse...

Prezado Renato, agradeço pela visita ao espaço!
Isso me dá motivação para seguir postando assuntos que sejam capazes de nos remeter a momentos mágicos,como estes do movimento estudantil em Campos, que nos abrilhantou com pessoas inteligentes e participativas como você, Romualdo e o Marcelo!
As imagens foram disponibilizadas pelo Romualdo e o Marco Antônio (Gotinha), são 4 albuns do ME na década de 90.
Estarei devolvendo-os no decorrer da semana.
E tenho certeza que eles irão deixá-las contigo para você relembrar os seus momentos!
Um abraço!
Sepé!

Anônimo disse...

Não tem personagem porque ninguém conseguiu fazer ainda.

Acorda garoto!

Fellipe Gomes disse...

Eae Fabiano!
Vc poderia postar algumas fotos suas da época!
Ou vc nao tem?

Tenho saudades daquela época do Grêmio, estou vendo que está voltando a se resplandecer na ETFC!

Um abraço, Fellipe!