Futebol: Brasil supera Bélgica e leva bronze de consolação


Bronze com sabor amargo ou medalha de consolação? Qualquer um dos dois representa bem a conquista da Seleção Brasileira nesta sexta-feira. Depois de ser atropelada pela arqui-rival Argentina na semifinal e ver o sonho do inédito ouro olímpico escapar mais uma vez, os comandados de Dunga venceram a modesta Bélgica por 3 a 0 e conquistaram a medalha de bronze. Diego e Jô (2) marcaram os gols da vitória.
Com isso, o Brasil repete o desempenho de Atlanta-1996, quando também ficou com o terceiro lugar. As meslhores participações do país foram na edições de Los Angeles, em 1984, e Seul, em 1988, com duas medalhas de prata.
O Brasil começou a partida em ritmo de treino, tocando bem a bola, mas pouco objetivo. O time chegou a marcar logo no início, em uma bicicleta de Ronaldinho, mas o árbitro já havia parado o lance, alegando impedimento.
Aos 26, finalmente, o Brasil conseguiu uma boa jogada. O lateral Rafinha foi lançado pela direita e tocou rasteiro para Diego. O camisa 15 antecipou à marcação e acertou o canto do goleiro belga, abrindo o placar para o Brasil.
Os belgas quase empataram aos 39, mas Breno salvo em perto da linha do gol. Martens recebeu dentro da área e chutou forte, mas o zagueiro do Baynern de Munique se jogou na bola e evitou o que seria o primeiro gol belga.
Ainda no primeiro tempo a Seleção aumentou. Aos 44min, Ramires chutou forte e o goleiro Bailly fez boa defesa. No rebote, Jô tocou de cabeça e aumentou: Brasil 2 a 0.
No segundo tempo o jogo caiu e a torcida começou a vaiar. O ritmo de treino do início da primeira etapa se manteve até o final, mas o Brasil ainda conseguiu fazer o terceiro. Já nos acréscimos, Jô invadiu a área e chutou forte, cruzado, para fechar o placar e garantir o bronze.

Nenhum comentário: