Resultados da avaliação do MEC sobre cursos universitários em Campos

Quinhentos e oito cursos superiores dos 3.239 analisados no país foram reprovados na nova avaliação do ensino superior realizada pelo MEC e agora chamada de Conceito Preliminar.
Do total, 1.211 não obtiveram nota, principalmente por serem cursos novos, sem nota no último Enade. Menos de 1% das graduações avaliadas alcançaram a nota máxima, 5.
Os conceitos variam de 1 a 5, e aqueles que receberem notas 1 e 2 serão alvo de fiscalização.Foram avaliados cursos nas áreas de saúde, agrária e serviço social, de cerca de 2 mil instituições de ensino superior. Os conceitos foram divulgados na manhã desta quarta-feira pelo MEC.
O conceito preliminar será usado como referência para a concessão ou renovação de licenças de funcionamento de cursos de ensino superior. Ele é calculado com base em seis indicadores: a nota no Enade: o IDD (comparação da nota do Enade de calouros e formandos); a opinião dos alunos sobre o projeto-pedagógico; a infra-estrutura; o percentual de professores doutores e o percentual de docentes que trabalham em regime integral ou parcial.
O ano referência para o cálculo do conceito é 2007.Três cursos reprovados em CamposQuinhentos cursos de graduação foram reprovados pelo MEC por este conceito chamado de preliminar.
Em Campos, os cursos das diversas universidades aqui existentes ficaram com notas entre 2 e 5. O melhor desempenho foi a Zootecnia da Uenf com o conceito máximo de 5.
Com o conceito preliminar 2 que é considerado reprovado e vai cair em análise do MEC ficaram:
- Odontologia da FOC/Uniflu;
- Educação Física da Universo;
- Fisioterapia da Estácio de Sá.
A grande maioria ficou com o conceito 3:
- Agronomia da Uenf;
- Medicina da FMC;
- Medicina Veterinária da Uenf;- Serviço Social da UFF;
- Farmácia da FMC;
- Farmácia da Estácio de Sá;
- Enfermagem da Estácio de Sá;
- Fisioterapia da Universo;
- Fisioterapia do Isecensa.
Ficaram sem conceitos os cursos de Tecnologia em Radiologia da Estácio de Sá e a Enfermagem da Universo em Campos.

Nenhum comentário: