Sul-Americana: Botafogo goleia o Galo no Mineirão (5 a 2) e avança


O jogo era fora de casa, mas nem parecia. Com uma atuação irretocável, o Botafogo ignorou ontem a vantagem de poder perder por um gol, atuou com seriedade e goleou o Atlético-MG por 5 a 2 com propriedade, no Mineirão. Agora, o Alvinegro espera pela decisão entre América de Cali e Deportivo Cali, que acontece na terça-feira para conhecer seu adversário na próxima fase da Sul-Americana.

De quebra, o Botafogo mantém uma invencibilidade de 11 jogos no ano e de 14 partidas diante do Galo.

Foi em 2001 a última vitória dos mineiros, eliminados das últimas três disputas em mata-mata contra os cariocas (as outras duas foram na Copa do Brasil de 2007 e deste ano).

Como precisava vencer por dois gols de diferença, o Atlético-MG tomou a iniciativa e quase abriu o placar, aos oito minutos. Pedro Paulo chutou, a bola pegou em Castillo, no chão e passou por cima do gol.Aos poucos o Botafogo se encontrou no jogo e os gols saíram naturalmente.

Aos 21, a zaga mineira cortou mal e Lúcio Flávio chutou forte, no canto, para fazer 1 a 0.

Logo depois Túlio obrigou Edson a boa defesa, mas aos 26 o Alvinegro ampliou. Diguinho enfiou bem a bola para Jorge Henrique, que cruzou. Lúcio Flávio, mais uma vez livre, chutou com precisão.No intervalo, com a classificação definida, Ney Franco decidiu poupar alguns titulares. Sacou Thiaguinho e Diguinho e colocou Alessandro e Zé Carlos.

Logo no primeiro minuto, o apoiador mostrou serviço. Ele colocou Jorge Henrique na cara do gol para pegar de primeira e fazer 3 a 0. Não poderia haver presente melhor para o atacante, que completou 100 jogos pelo Botafogo.O Galo ainda descontou aos 14, com Lenílson, que aproveitou vacilo de Castillo.

Mas um pouco depois, em contra-ataque, Gil recebeu lançamento e cruzou com perfeição para Carlos Alberto ampliar. Aos 34, Jorge Henrique invadiu a área e foi derrubado por Serginho. Gil teve a chance de fazer o seu gol , mas jogou nas nuvens. Relaxado, o time ainda sofreu mais um gol de Lenílson, aos 36 minutos, mas fechou o placar logo em seguida, em gol contra de Leandro Almeida.

Nenhum comentário: