Natália Falavigna é bronze no taekwondo



A brasileira Natália Falavigna venceu a sueca Karolina Kedzierska por 5 a 2 e conquistou a primeira medalha brasileira do taekwondo na história dos Jogos Olímpicos. A lutadora abriu 2 a 0 no primeiro round e conseguiu manter boa vantagem até o final. Na segunda parte da luta, ela aumentou o placar para 4 a 1. Com o combate sob domínio, Falavigna administrou o terceiro round e ainda acabou pontuando e sofrendo um golpe, mas o bronze já estava garantido.
"Dedico essa medalha a Deus, à minha família e todos que treinam comigo. Eu esperava mais, mas não disse isso à imprensa. Passei um ano, após o Pan, me preparando e mudando tudo o que eu podia. Minha perna direita não encachou contra a norueguesa (Nina Solheim, que venceu a semifinal) e acabei perdendo na decisão dos árbitros. Pelo que pude ver, dois deram a vitória para mim e dois para ela, e o árbitro central acabou decidindo. Não acho que eles erraram, taekwondo é assim. Acho até que ela atacou um pouco mais. De qualquer jeito, é uma medalha importante. Agora vou ter mais quatro anos para me preparar e brigar pelo ouro", falou após a luta.
Na semifinal, Falavigna perdeu para a norueguesa Nina Solheim por decisão dos juízes, após empate em 2 a 2 nos três rounds regulamentares e no assalto extra.
Nas quartas-de-final, ela derrotou a australiana Carmen Marton por 5 a 2, depois de sair atrás no placar. Após começar com 1 a 0 contra no primeiro round, Natalia reagiu no segundo assalto e igualou tudo em 2 a 2. No entanto o show estava reservado para o terceiro round, onde Falavigna foi perfeita e abriu vantagem de 6 a 2. Uma punição nos segundos finais acabou custando um ponto para brasileira, que finalizou o combate em 5 a 2.
Na primeira luta ela derrotou a grega Kyriaki Kouvari por 3 a 1. Depois de um primeiro assalto apertado, onde nenhuma das duas conseguiu pontuar, Natalia conseguiu abrir 2 a 0 no segundo round. No último assalto, um ponto para cada uma e a confirmação da vitória da brasileira.

Nenhum comentário: