Impasse no ProCampos: bolsistas da Estácio não conseguem renovar matrícula


Cerca de mil estudantes da Universidade Estácio de Sá, contemplados com uma bolsa do ProCampos (Programa de Incentiva à Bolsa Universitária da Prefeitura de Campos) estão impossibilitados de renovar suas matrículas, devido à impasse entre a Prefeitura e a Universidade referente ao repasse de verbas e a renovação do contrato.

Os centros acadêmicos da Universidade se organizaram e reinvindicam uma solução para o problema.

De acordo com Bruno Ribeiro, presidente do Centro Acadêmico de Psicologia (CAPSI), a situação está insustentável. "Os alunos são os maiores prejudicados. A prefeitura e a direção da universidade não chegam à um consenso", disse ele, ressaltando que muitos alunos ficam a manhã toda na Universidade e não conseguem resolver o problema.

Procurado pelos representantes dos estudantes, a direção da universidade alega que a prefeitura não repassou a verba relativa ao período de 2008 e exigiu a apresentação de uma série de documentos com o intuito de burocratizar o processo. Em contrapartida, a coordernação do ProCampos alega que a Universidade não entregou a prestação de contas de 2007 e que por isso os estudantes não podem se rematricular.
"Os estudantes querem estudar e não podem por causa desse jogo de empurra. O Centro Acadêmico já está mobilizando os estudantes e preparando uma manifestação caso o problema não se resolva", informa Bruno.

Allana Cardoso, presidente do Centro Acadêmico de Enfermagem acha que o problema é "fruto da desorganização do ProCampos e que é preciso reestruturar o programa com mais transparência na concessão das bolsas as universidades conveniadas. Não é a primeira vez que problemas como esse ocorrem. O estudante é quem tem menos culpa nisso tudo", disse Allana, que defende a continuidade do ProCampos como forma de democratizar o acesso à universidade e possibilitar a inclusão das pessoas de baixa renda.


Repasse - No último dia 30 de julho, cerca de 2 milhões de reais foram repassados a Universidade Estácio de Sá, referente às bolsas concedidas no ano letivo de 2007. A verba referente às bolsas do primeiro semestre de 2008 ainda não foi repassada pela prefeitura.

Nenhum comentário: